Clássico de 91 anos é marcado por tabus

Em 91 anos de história, o duelo entre Santos e Corinthians sempre foi marcado por grandes tabus. Sócrates, que atuou pelo Corinthians entre 1978 e 1984 e pelo Santos em 1988, jamais perdeu um jogo, atuando de um lado ou outro. Juari, centroavante santista no título paulista de 1978, nunca marcou contra o rival. Robinho ajuda o Santos a manter uma série invicta de oito jogos contra a equipe do Parque São Jorge. A última vitória santista foi no primeiro turno do Brasileiro: 3 a 2.O Corinthians venceu pela última vez em 2001, por 2 a 0, na Vila Belmiro. De lá para cá foram sete vitórias do atual vice-campeão brasileiro e apenas um empate, por 1 a 1, conquistado pelos corintianos no último minuto, no Brasileiro passado.A torcida santista sonha em manter o adversário como "freguês", repetindo o que aconteceu entre 1957 e 1968. Foram 22 jogos, com Pelé virando resultados impossíveis, com destaque para um 7 a 4, no Pacaembu, em que o Rei marcou cinco vezes e Coutinho e Pepe completaram a goleada.A revanche corintiana veio de 1976 a 1983, quando estabeleceu um tabu de 20 partidas: 11 vitórias e nove empates.Os santistas também festejam as duas últimas conquistas sobre os rivais. O Paulista de 1984 e o Brasileiro de 2002. Os corintianos eliminaram os santistas na semifinal do Paulista de 2001 e no Brasileiro de 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.