Clássico de Manchester começa em 'jaula' com 2 craques como atores

Aguero e Falcao mostram habilidade em campo reduzido

O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2015 | 18h24

Manchester United e Manchester City entram em campo no próximo domingo pelo Campeonato Inglês em partida que pode valer até a vice-liderança da competição. Mas uma grande fornecedora de material esportivo resolveu apimentar o clássico e colocou dois atacantes das equipes frente a frente antes de a bola rolar no Old Trafford.

Sergio Agüero e Radamel Falcao se enfrentaram em um campo reduzido, com quatro gols cobertos por portas que foram controlados pelos fãs que assistiam a disputa. 'Esta experiência foi muito divertida. O formato do campo e as regras com as portas era algo totalmente diferente. Falcao e eu tivemos uma boa disputa, e eu provavelmente ganhei - ele foi muito bem, mas não tão bem quanto eu. Estou ansioso para vê-lo novamente no domingo', disse Agüero, autor de 17 gols na atual edição da Premier League.

Em má fase do lado vermelho de Manchester, Falcao também aprovou a experiência. 'O ambiente estava incrível. Os fãs de futebol em Manchester são apaixonados - é uma das razões pela qual eu realmente gosto desta cidade. Agüero é um atacante muito talentoso, mas eu estava feliz em surpreendê-lo com alguns dribles. Será um grande dia para nós neste fim de semana e este aquecimento definitivamente causou ainda mais emoção'. O colombiano foi contratado no começo da temporada por empréstimo, mas não deve permanecer da Inglaterra quando o vínculo terminar.

City e United ocupam terceiro e quarto lugares, com 62 e 61 pontos respectivamente, na tabela de classificação. O Arsenal aparece na segunda posição com 63 pontos e o Chelsea lidera com certa folga, tendo 70 pontos conquistados e um jogo a menos que os rivais diretos.

A ação promocional da Puma lembra um outro comercial de sucesso do começo dos anos 2000 feito pela Nike, onde grandes nomes do futebol mundial da época se enfrentavam em um jaula. Relembre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.