Ivan Storti/Santos FC e Nilton Fukuda/Estadão
Ivan Storti/Santos FC e Nilton Fukuda/Estadão

Clássico entre Santos e São Paulo vira teste para técnicos e elencos

Enfrentar rival logo no começo da temporada é trunfo para treinadores se firmarem nos cargos

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2019 | 04h30

Logo no terceiro jogo oficial da temporada, Santos e São Paulo têm neste domingo a oportunidade de um teste real para os elencos e, principalmente, para os técnicos. A partir das 17h, no Pacaembu, Jorge Sampaoli e André Jardine buscam no primeiro clássico do Campeonato Paulista a oportunidade de se firmarem.

As equipes ganharam os dois primeiros jogos na temporada, mas sabem que o encontro com um rival é a ocasião para mostrar força. Como Sampaoli e Jardine iniciam o trabalho ainda cercados de desconfiança e com os elencos em formação, buscam um clássico para terem mais tranquilidade.

Contratado em dezembro, o argentino Sampaoli mostrou na chegada ao Santos um pouco do seu temperamento explosivo. O técnico criticou a falta de dinheiro para reforços, trouxe jogadores estrangeiros e cobrou a vinda de um goleiro para a vaga de Vanderlei – Éverson foi contratado. Esta última demanda incomodou a torcida.

O treinador recuperou prestígio ao ganhar da Ferroviária e do São Bento sem sofrer gols."Nós estamos melhorando. O Santos ainda não tem a minha cara, mas o elenco já sabe qual o nosso objetivo", afirmou Sampaoli. A possível novidade para o clássico é o zagueiro colombiano Felipe Aguilar. O defensor está regularizado e pode estrear.

Como será o mandante no Pacaembu, o Santos promete postura ofensiva. "Estamos convencidos a sermos protagonistas sempre. Agora é o São Paulo, mas vamos tentar nos impor, como foi contra o Corinthians", disse Sampaoli.

O são-paulino Jardine foi promovido de treinador da base a comandante do profissional apenas em dezembro do ano passado. As duas derrotas na Florida Cup criaram dúvidas sobre o potencial de trabalho, porém essa sensação diminuiu depois que o time, nos dois primeiros jogos no Paulista, marcou sete gols e sofreu apenas um.

"É um clássico, e todo clássico tem que ser preparado de uma maneira especial. Vamos dar essa atenção. O Santos tem também duas vitórias e um grande treinador", disse o técnico. 

Ainda sem poder contar com o meia Hernanes por questões físicas, Jardine vai priorizar na escalação quem está mais descansado. O zagueiro Arboleda e o volante Jucilei devem ser as novidades do time.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X SÃO PAULO

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Sánchez, Yuri Alberto e Felippe Cardoso. Técnico: Jorge Sampaoli 

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Jucilei, Helinho, Nenê e Everton; Pablo. Técnico: André Jardine

Juiz: Vinícius Furlan

Local: Pacaembu

Horário: 17h

Na TV: Globo

Para Entender

Guia do Paulistão 2019: tudo o que você precisa saber sobre a competição

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo vão iniciar competição com menos de três semanas de pré-temporada

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.