Clássico espanhol terá 500 agentes

O clássico de domingo entre Real Madrid e Atlético de Madrid foi considerado um evento de alto risco pela Comissão Antiviolência da Real Federação Espanhola de Futebol. Um efetivo de 500 agentes vai trabalhar no esquema de segurança para o derby. A Polícia Nacional enviará 300 homens em unidades de intervenção, cavalaria, motos e policiais com cães. O esquema contará ainda com 100 homens da Polícia Municipal e mais 100 da segurança privada do estádio Vicente Calderón. Haverá também 100 membros de serviços assistenciais, como a Defesa Civil e a Cruz Vermelha. Ao redor do estádio, será estabelecido perímetro de segurança com vigilância especial nos pontos de concentração de torcedores mais fanáticos dos 2 clubes, que ficarão em lugares opostos na arquibancada.O clássico também vai lançar a campanha, de 6 milhões, pelo "sim" para a Constituição Européia, que acontecerá durante todo este mês. A inauguração contará com 25 meninos que vão entrar no gramado carregando uma bandeira de cada país da União Européia, enquanto folhetos serão distribuídos para a torcida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.