Clássico esquenta rivalidade em Ribeirão

No clima de rivalidade eterna do clássico Comercial x Botafogo - o chamado Come-Fogo - que será disputado pela primeira vez após quatro anos, neste domingo, às 16 horas, no Estádio Santa Cruz, pela Série C do Campeonato Brasileiro, ninguém abre o jogo. Os técnicos inventam desculpas, ou têm problemas mesmo, para escalar seus times. Mas nada de faciliar as coisas ao adversário. "Só vou definir o time no domingo mesmo, pois tenho dois jogadores titulares contundidos", diz o treinador do Comercial, Pinho. "O que tínhamos que fazer, já foi feito, mas normalmente não divulgo a escalação", rebate Roberto Fonseca, do Botafogo, que não terá um zagueiro contundido e dois jogadores ainda não estão devidamente inscritos. Fora de campo, três emissoras de rádio, em briga pela audiência, trocam farpas e agitam o clássico, distribuindo cerca de 4 mil ingressos aos torcedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.