Clássico marca duelo de ex-amigos

O clássico entre Palmeiras e São Paulo, neste domingo, às 16 horas, em São Caetano, pelo Supercampeonato Paulista, marcará o reencontro de dois ex-amigos, os técnicos Vanderlei Luxemburgo e Oswaldo de Oliveira, e desempatará o duelo, que está em igualdade de 1 a 1. Oswaldo foi auxiliar de Luxemburgo no Santos e no Corinthians, mas depois passou a ser treinador. ?O Vanderlei foi importante para minha carreira de treinador. Ele me deu condição para chegar onde estou.? A amizade entre os dois, porém, sofreu um abalo depois que eles se separaram, no fim de 1998, quando Luxemburgo deixou o Corinthians para trabalhar na seleção. Pararam de se encontrar e de se falar. Embora negue, o atual treinador do Palmeiras ficou magoado com o companheiro na ocasião da CPI do Futebol, em que foi bombardeado pelos senadores e pela imprensa. Na época, Oswaldo não o procurou para prestar solidariedade. ?Não tem nada a ver, é uma babaquice falar se sou ou não amigo do Oswaldo. Somos amigos, mas depois cada um seguiu seu caminho?, disse Luxemburgo, que considera o rival um bom técnico.Os treinadores se enfrentaram só duas vezes e cada um venceu um jogo. No ano passado, Oswaldo, dirigindo o Fluminense, derrotou o ex-companheiro, então no Corinthians, por 2 a 1, pelo Brasileiro. Em 2002, veio o troco. Luxemburgo, com o Palmeiras, ganhou por 3 a 2, pelo Rio-São Paulo.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.