Clássico mineiro terá 90% dos ingressos para mandante

Para tentar frear os episódios de violência durante os clássicos entre Atlético-MG e Cruzeiro, os dois clubes firmaram um acordo no qual o mandante terá direito a 90% dos ingressos e o visitante a 10%. O acerto foi fechado durante reunião no Ministério Público do Estado de Minas Gerais entre os dirigentes das equipes e representantes da Administração dos Estádios de Minas Gerais (Ademg), a Federação Mineira de Futebol (FMF), o Corpo de Bombeiros e as polícias Militar e Civil.

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

26 de junho de 2009 | 13h00

A nova regra já vale para o primeiro clássico mineiro, no dia 12 de julho, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro será o mandante e seus torcedores terão direito à maioria dos ingressos. A situação se inverte no jogo marcado para o dia 10 de outubro. A renda do jogo, já descontadas todas as taxas, ficará integralmente com o mandante.

Por questão de segurança, quando os jogos forem realizados em outros estádios, a tendência será de torcida única. O Mineirão será fechado para reformas visando a Copa do Mundo de 2014 no fim do ano. Ficou decidido também que nos dias dos jogos será proibida a aglomeração de torcidas organizadas em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.