Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Clássico na Vila: juiz rouba a cena

Sálvio Spínola Fagundes Filho roubou a cena, neste domingo, na Vila Belmiro. Logo no primeiro minuto de jogo, o árbitro surpreendeu a todos ao mostrar cartão vermelho para o zagueiro Flávio Donizete, do São Paulo. Motivo: um carrinho lateral em cima de Carlinhos. Sálvio foi rodeado pela garotada são-paulina, mas todos perceberam, o juiz cumpria à risca a recomendação da Fifa, que entrou em vigor no início do mês, que orienta para que os carrinhos sejam punidos com expulsão. ?Não sei se ele agiu certo ou errado. Sem olhar de perto o que aconteceu fica difícil opinar. E quem sou eu para julgar o Sálvio??, disse o goleiro Flávio Kretzer, evitando polemizar. ?Fica complicado perder um jogador logo no primeiro minuto. Mas se é a nova regra da Fifa, ele tem que aplicar. E já avisei para ninguém dar carrinho de jeito nenhum?, garantia, no intervalo, o meia Souza, capitão do São Paulo. O Santos, porém, não aprendeu a lição que Sálvio deu ao São Paulo. Ávalos cometeu a mesma tolice que Flávio Donizete havia cometido e foi para o chuveiro mais cedo. Os jogadores nem reclamaram ? e Ávalos não foi perdoado pela torcida. No vestiário, os santistas também não quiseram comentar a postura do árbitro. Do lado são-paulino, o técnico Paulo Autuori também evitou dar declarações polêmicas e que pudessem prejudicá-lo num julgamento. Reconheceu que o juiz acertou ao aplicar a determinação da Fifa, mas vai exigir a mesma postura dos outros árbitros daqui para frente. ?Não falo da arbitragem e nunca vou justificar a derrota da minha equipe baseado naquilo que o juiz fez dentro de campo. Só quero que todos adotem o mesmo critério. Ou todos usam, ou ninguém usa! Me falaram que o carrinho do Flávio foi por trás. Ainda não vi, mas vou pegar o teipe para assistir. Isso é de responsabilidade de quem resolveu mudar a regra?, comentou o técnico do São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.