Clássico paulista terá 480 policiais

A Polícia Militar definiu o esquema de segurança para a primeira partida entre Corinthians e Santos, pelas semifinais do Campeonato Paulista, domingo, às 16 horas, no Morumbi. E, por determinação da Federação Paulista de Futebol, não haverá venda de ingressos no dia do jogo."É uma atitude louvável da Federação. Isso só facilita a vida do torcedor", avalia o Coronel Rego, comandante do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar.No total, foram designados para fazer a segurança no estádio 480 policiais - 200 para cuidar da parte interna e 280 responsáveis pela parte externa, incluindo Rocam (rondas ostensivas com apoio de motocicletas), pelotão de cavalaria, guardas de trânsito e policiamento aéreo. "Temos conseguido evitar brigas nos estádios. O que tem acontecido, apenas, é que desordeiros têm se enfrentado em lugares afastados dos estádios, mas já sabemos de onde eles saem e estamos fazendo o acompanhamento para evitar o encontro", explica Coronel Rego.Para maior facilidade dos torcedores e evitar possíveis confrontos, a PM recomenda que corintianos cheguem ao Morumbi pela Avenida Giovanni Gronchi. Os santistas devem seguir pela Avenida Jules Rimet. A Avenida Jorge João Saad é considerada o maior problema para a polícia, pois liga tanto a Jules Rimet quanto a Giovanni Gronchi.Nas arquibancadas, corintianos ocuparão os setores vermelho e laranja, e os santistas ficarão com os setores azul e amarelo.A PM lembra que está proibido o consumo de bebidas alcoólicas no estádio. "Também está proibida a entrada de torcedores com camisas de torcidas uniformizadas", completa Coronel Rego. Estarão liberadas bandeiras - desde que não tenham mastros - e faixas sem frases ofensivas. A abertura dos portões está prevista para às 13 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.