José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Clássico terá esquema usado em Palmeiras x Corinthians, diz PM

Órgão vê jogo como de 'alto risco' e repete operação de segurança

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 Março 2015 | 17h04

O clássico em que o Palmeiras vai receber o São Paulo, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista, é considerado de alto risco pela Polícia Militar (PM) e vai demandar o mesmo esquema de segurança utilizado no estádio em fevereiro, quando o Corinthians entrou em campo no Allianz Parque. A partida desta quarta, válida pela 12ª rodada, vai começar às 22h.

"Teremos que usar um esquema parecido ao usado contra o Corinthians. É um jogo de alto risco e de muita rivalidade entre as equipes. Vamos precisar ter muita atenção com a torcida", disse o tenente Ricardo Vasconcelos, da PM. O órgão não revela o efetivo que vai trabalhar no clássico, mas trata o encontro com muito cuidado.

A torcida do São Paulo será escoltada no caminho até o estádio. As duas organizadas do clube vão sair do Largo do Paissandu por volta das 20h e vão caminhar até o local do partida. Na arena, os tricolores vão entrar pela rua Padre Antonio Tomás, onde fica o setor destinado aos visitantes e só poderão sair depois que os palmeirenses se retirarem. O clube mandante já vendeu 17 mil ingressos para o clássico.


O clássico anterior realizado no Allianz Parque não foi tranquilo e deixa a Polícia Militar atenta para evitar a repetição das brigas ocorridas do lado de fora do estádio, no dia 8 de fevereiro. Torcedores do Palmeiras e policiais entraram em confronto e na confusão, foram jogadas bombas de gás e cinco pessoas foram detidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.