Clássicos brasileiros na 1ª fase da Libertadores marcam história

Na edição de 2015 da competição continental, o São Paulo pode enfrentar os rivais Corinthians ou Internacional antes do mata-mata

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

03 de dezembro de 2014 | 17h06

O sorteio dos grupos da Libertadores 2015 deu a possibilidade de o São Paulo enfrentar Corinthians ou Internacional logo na primeira fase da competição - a partida irá virar realidade se o quarto colocado do Brasileirão passar pelo confronto de mata-mata contra um time colombiano. Na história de 55 edições do torneio continental, o encontro de equipes brasileiras em grupos é constante.

Até 1999, as chaves da Libertadores eram compostas por times de apenas dois países. Naquele ano, por exemplo, paraguaios e brasileiros mediram forças no Grupo 3 - Cerro Porteño, Corinthians, Olimpia e Palmeiras se enfrentaram. Na temporada seguinte, a Libertadores passou a ter 32 equipes na disputa pelo título. Dessa forma, o Brasil passou a ter cinco vagas na competição.

Entre 1960 e 1967, apenas o dono do título brasileiro disputava a competição. Em 1968, Palmeiras e Náutico, campeão e vice, respectivamente, se enfrentaram no Grupo 5 - nas duas edições seguintes, o Brasil não participou do torneio. Entre 1971 e 1989, os dois primeiros colocados voltaram a se encontrar após a disputa do título do Brasileirão. Depois, as partidas entre times do País colocavam frente a frente os campeões nacionais (Brasileirão e Copa do Brasil) do ano anterior.


CONFIRA OS PRINCIPAIS CONFRONTOS

Corinthians 1 x 1 Internacional - 1977

Os times reeditaram a final do Brasileirão de 1976. Na estreia de ambos na Libertadores, o Inter arrancou um empate por 1 a 1 no Morumbi e começou bem a  campanha rumo à liderança do grupo. O Corinthians caiu na primeira fase.

Flamengo 2 x 2 Atlético-MG - 1981

Mais uma repetição da decisão do Campeonato Brasileiro do ano anterior. No Maracanã, Flamengo e Atlético-MG empataram por 2 a 2, mesmo placar do jogo do  Mineirão. Ao término da fase inicial, as equipes somaram nove pontos cada e precisaram de um jogo-desempate para decidir a vaga.

Flamengo 4 x 1 Santos - 1984

Na estreia da Libertadores de 1984, o Flamengo voltou a golear o Santos no Maracanã - na final do campeonato Brasileiro de 1983 havia vencido por 3 a 0. O  time carioca conseguiu avançar à segunda fase. O santo decepcionou ao ser eliminado.

São Paulo 4 x 0 Criciúma - 1992

Confronto do campeão brasileiro e do dono do título da Copa do Brasil de 1991. O time catarinense, que havia derrotado o São paulo por 3 a 0 em Criciúma, não  foi páreo para a equipe paulista no Morumbi. Depois, nas quartas de final, o confronto voltaria a acontecer. 

Palmeiras 3 x 2 Grêmio - 1995

Palmeiras e Grêmio protagonizaram partida épicas na década de 1990. Na Libertadores de 1995, os times se encontraram logo na estreia. Os paulistas venceram por 3 a 2, com direito a golaços de Roberto Carlos e Edmundo. O confronto seria reeditado nas quartas de final.

Palmeiras 1 x 0 Corinthians - 1999

O paraguaio Arce marcou o único gol da partida no Morumbi. O Palmeiras venceu, mas sofreu para conseguir a classificação às oitavas. O Corinthians venceu, depois, o rival no Pacaembu (2 a 1) e garantiu a primeira colocação no grupo.

Sport 0 x 2 Palmeiras - 2009

O Palmeiras perdeu os dois primeiros jogos da Libertadores 2009. No terceiro, enfrentou o Sport na Ilha do Retiro. Diego Souza marcou um golaço e o time arrancou para a classificação.

Santos 3 x 1 Internacional - 2012

Uma das maiores apresentações de Neymar com a camisa do Santos. O craque fez três gols na Vila Belmiro. No segundo, carregou a bola desde o meio-campo e encobriu o goleiro com um toque sutil dentro da área. O lance foi indicado pela Fifa ao Prêmio Puskas, no fim do ano.

Atlético-MG 2 x 1 São Paulo - 2013

Jogo marcado pela malandragem de Ronaldinho Gaúcho, que pediu água para Rogério Ceni antes de receber a bola com liberdade dentro da área em arremesso lateral de Marcos Rocha. Jô marcou o gol que abriu caminho para a vitória na estreia. Os times voltaram a medir forças nas oitavas de final. 

Fluminense 0 x 3 Grêmio - 2013

O campeão brasileiro acabou surpreendido no Engenhão ao perder por 3 a 0 na segunda partida do Grupo 8. Ao término da primeira fase, porém, o Fluminense conseguiu ser líder, com o rival na segunda posição. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.