Classificada, Portuguesa faz testes contra o Bandeirante

Líder do Campeonato Paulista da Série A-2, a Portuguesa pode se dar ao luxo de começar a fazer um rodízio entre seus titulares e poupar aqueles que estão mais cansados, visando a fase seguinte da competição e o confronto de volta contra o Cruzeiro, pela segunda fase da Copa do Brasil, marcado para o próximo dia 5.E o início explicito desse rodízio acontece nesta quarta-feira contra o Bandeirante, no Estádio Pedro Marin Berbel, em Birigui, às 20h30, em partida adiada da 15.ª rodada da Série A-2. A última vitória, sábado, diante do Nacional, por 5 a 2, no Canindé, garantiu matematicamente a Portuguesa na segunda fase. O time chegou aos 34 pontos, na liderança isolada, seis pontos na frente dos vice-líderes, União são João e Rio Preto, com 28 pontos. O Bandeirante precisa da vitória para voltar a figurar entre os oito melhores. Atualmente, com um jogo a menos, é o 12.º colocado, com 21 pontos. "Nessa reta final, não tem porque correr riscos. Estamos classificados e enquanto uns descansam, outros jogam. É um revezamento para que todos cheguem bem na fase decisiva", explicou Vágner Benazzi. Na última segunda-feira, o treinador foi julgado e absolvido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), devido a possíveis xingamentos proferidos contra o árbitro Fábio de Jesus Volpato Mendes, no empate por 2 a 2 com o Rio Preto, na 14ª rodada. Rai, Joãozinho, Preto, Marco Aurélio e Vaguinho serão poupados. A escalação oficial sairá somente momentos instantes antes do início da partida, após uma conversa do treinador com os jogadores. No Bandeirante, não jogam Júlio Madureira, Bruno e Tupã, suspensos, mas retorna o zagueiro Negretti. Na busca de atrair ainda mais a torcida birigüense, a diretoria lançou uma proposta muito em conta para os torcedores: será vendido um pacotão de 25 ingressos por R$ 200, que poderá ser adquirido antecipadamente no Lalo Calçados e Esporte. ?Nessa hora é importante a torcida nos apoiar, porque vai nos fazer muito bem?, afirmou o técnico do BEC, Márcio Ribeiro, que mesmo reconhecendo a força do adversário tem a esperança de vencer. Temos que aproveitar o fator campo e ir para cima?, prometeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.