Yuri edmundo/EFE
Yuri edmundo/EFE

Classificado, Cruzeiro cai para o Emelec e perde os 100% na Libertadores

Apesar da derrota em casa, time mineiro fica em primeiro no Grupo B, com 15 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

08 de maio de 2019 | 21h46

O Cruzeiro decepcionou sua torcida nesta quarta-feira, na despedida da fase de grupos da Copa Libertadores, e ficou sem a campanha 100% ao ser derrotado pelo Emelec, do Equador, por 2 a 1, no Mineirão.

Mesmo com o revés, o time brasileiro já tinha a liderança do Grupo B garantida, com 15 pontos e cinco vitórias. O Emelec chegou a nove e se classificou na segunda colocação. No outro jogo da rodada da chave, o Huracán (quarto colocado, com quatro pontos) fez 3 a 0 no Deportivo Lara (terceiro, com cinco), na Argentina.

Cruzeiro e Emelec agora aguardam sorteio, agendado pela Conmebol para segunda-feira, para conhecerem seus adversários nas oitavas de final.

O JOGO

Ao contrário do que se imaginava, o jogo começou perigoso para o Cruzeiro, com o Emelec mais presente no ataque. Aos 23 minutos, Matamoros arriscou de fora da área e acertou o travessão, assustando o goleiro Fábio.

O time brasileiro tentou responder em finalização de Ariel Cabral, que passou perto, mas seguia com dificuldades na partida. Aos 40 minutos, a superioridade da equipe visitante finalmente se traduziu em gol. Rojas arriscou uma bomba de longe e a bola bateu no travessão, nas costas de Fábio e morreu no fundo do gol. Foi o primeiro gol sofrido pelo Cruzeiro na Libertadores.

Após o intervalo, o técnico Mano Menezes deixou o Cruzeiro mais ofensivo, com as entradas de Robinho e David nos lugares de Ariel Cabral e Rafinha, respectivamente, e melhorou.

Depois de muita pressão nos primeiros minutos, o empate saiu aos 21 minutos. Edilson cruzou para a esquerda, o zagueiro Léo ajeitou, Sassá dominou e bateu firme de esquerda para estufar as redes. Logo em seguida, David também chegou a marcar aproveitando cruzamento de Robinho, mas a jogada foi anulada por posição de impedimento do atacante cruzeirense.

O time brasileiro se atirou ao ataque nos minutos finais, mas acabou sofrendo um castigo. Em contragolpe rápido, Angulo invadiu a área e foi derrubado por Edilson. O próprio Angulo cobrou o pênalti e garantiu a vitória dos equatorianos.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 2 EMELEC

CRUZEIRO - Fábio; Edilson, Fabrício Bruno, Léo e Egídio; Ariel Cabral (Robinho), Jadson (Thiago Neves), Henrique, Rodriguinho e Rafinha (David); Sassá. Técnico: Mano Menezes.

EMELEC - Dreer; Paredes, Mejía, Veja e Estacio (Johnson); Godoy, Queiróz (Dixon Arroyo), Matamoros (Caicedo) e João Rojas; Guerrero e Brayan Angulo. Técnico: Ismael Recalvo.

GOLS - Rojas, aos 40 minutos do primeiro tempo. Sassá, aos 21, e Angulo, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Andre Rojas (Fifa/Colômbia).

CARTÕES AMARELOS - Rodriguinho (Cruzeiro); Dreer, Vega e Guerrero (Emelec).

RENDA - R$ 393.347,00.

PÚBLICO - 18.083 pagantes (24.417 total).

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.