Classificado para Pequim, Brasil fatura seu 9.º Sul-Americano

Classificado antecipadamente para a Olimpíada de Pequim, graças à vitória do Paraguai sobre o Chile, a seleção brasileira coroou seu ótimo domingo batendo a Colômbia por 2 a 0 e conquistando seu nono título do Campeonato Sul-Americano sub-20. Com os resultados da rodada, o Brasil terminou a competição invicto e ficou em primeiro lugar no hexagonal decisivo, com 11 pontos, dois a mais que a Argentina, que também garantiu o passaporte para a China ao vencer de forma dramática o Uruguai, com direito a gol aos 47 minutos do segundo tempo. Uruguai, terceiro colocado, com sete pontos, e Chile, quarto, com seis, tiveram o consolo de ao menos classificarem-se para o Mundial da categoria, que será disputado em junho e julho deste ano, no Canadá. Paraguai e Colômbia morreram abraçados. Aliviado pela desobrigação de vencer, a seleção do técnico Nelson Rodrigues jogou bem e não sentiu a ausência de Alexandre Pato, destaque da competição, que estava suspenso. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o capitão Lucas fez linda jogada pela direita e bateu no ângulo do goleiro Ospina. Aos 45, o centroavante Edgar, que já havia perdido uma chance com o gol vazio, recebeu de Luiz Adriano e só escolheu o canto para ampliar. No segundo tempo, o time só administrou o resultado, apesar de ter tido chances para marcar ao menos o terceiro gol. Uma delas Lucas desperdiçou cara a cara com Ospina. Mas nada que fizesse falta, afinal, depois de oito anos, o futebol brasileiro estará representado numa Olimpíada. É o único título que falta à seleção pentacampeã mundial. Confira a campanha brasileira no Paraguai: 1.ª fase Brasil 4 x 2 Chile Brasil 2 x 1 Peru Brasil 3 x 0 Bolívia Brasil 1 x 1 Paraguai Fase final Brasil 2 x 2 Argentina Brasil 2 x 2 Chile Brasil 3 x 1 Uruguai Brasil 1 x 0 Paraguai Brasil 2 x 0 Colômbia Ficha técnica: Brasil 2 x 0 Colômbia Brasil - Cássio; Fagner, Anderson, Thiago Heleno e Amaral (Carlinhos); Roberto, Lucas, Willian e Tchô (Leandro Lima); Luiz Adriano e Edgar. Técnico: Nelson Rodrigues. Colômbia - Ospina; Gustavo Rojas, Gallego, Palomino e Henry Rojas; Arboleda (Loboa), García, Martínez e Reina (Bernal); Pino e Quintero (Mosquera). Técnico: Eduardo Lara. Gols - Lucas, aos 24, e Edgar, aos 45 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Victor Rivera (Peru). Cartões amarelos - Martínez e Arboleda. Local - Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.