José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Claudinei desabafa e vê cobrança exagerada no Santos

Treinador acredita que fica mais exposto por ser jovem na carreira

AE, Agência Estado

13 de outubro de 2013 | 13h38

SÃO PAULO - As recentes derrotas para Portuguesa e Coritiba colocaram o técnico Claudinei Oliveira sob pressão e ele aproveitou a vitória sobre a Ponte Preta por 2 a 1, sábado, no Estádio do Pacaembu, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro para desabafar. Por viver a sua primeira experiência entre os profissionais, ele acredita que é mais cobrado em comparação a treinadores renomados. "Por ser mais jovem, fico mais exposto. Tenho de provar mais que os outros. Eu venci na base, mas acham que isso não conta", disse.

No comando do Santos, Claudinei soma 12 vitórias, nove empates e nove derrotas, com 50% de aproveitamento. Assim, ele defendeu o seu trabalho e garantiu que está sendo respaldado no clube. "Penso que estou fazendo um bom trabalho. Estou com quase 50% de aproveitamento, não é um porcentual tão ruim, assumi no lugar do Muricy. Desde o primeiro momento, eu contei com o apoio de todos, estão vendo coerência", afirmou.

O treinador santista destacou que a volta das vitórias ao Santos lhe dá tranquilidade até na vida pessoal. "Vou poder ver o basquete do meu filho, almoçar com a minha família, ter o meu lazer. Mas sabendo que se não vencer o Inter (quarta-feira, na Vila Belmiro), vem a pressão", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.