Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Claudinei diz que Santos fez pior jogo sob seu comando

Time paulista buscou o empate nos últimos minutos

SANCHES FILHO, Agência Estado

26 de setembro de 2013 | 09h13

SANTOS - O técnico Claudinei Oliveira reconheceu que o Santos jogou mal e não mereceu ganhar do Náutico no jogo remarcado da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite da quarta-feira, na Vila Belmiro, e que terminou empatado por 1 a 1. Pelas circunstâncias do jogo, o treinador considerou que a sua equipe ganhou um ponto, embora tenha deixado de somar mais dois, desperdiçando a chance de ficar a quatro pontos do G4. "A equipe jogou a pior partida desde que estou no comando. Para ser bem sincero, a gente acabou somando um ponto e coisa poderia ser pior", disse o treinador santista.

A ausência de Thiago Ribeiro, que se movimenta muito e leva o time para frente, e a contusão de Montillo no primeiro tempo, foram os principais motivos pelo fraco desempenho do time, na avaliação de Claudinei. "Fiz as alterações necessárias e não deram certo. Erramos muitos passes, jogamos muito picado pelo meio", disse.

Claudinei descartou a possibilidade de o time ter começado o jogo acreditando que poderia vencer a qualquer momento, permitindo o crescimento do pior time do Campeonato Brasileiro, que acabou dominando a partida em alguns momentos. "Não creio que os jogadores não encararam a partida como deveria ser encarada e que houve salto alto. O que aconteceu foi que várias peças tiveram atuação técnica bem longe do esperado", concluiu o comandante.

O empate de quarta deixou o Santos na sexta colocação no Campeonato Brasileiro com 33 pontos. A equipe volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai enfrentar o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte, pela 24ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.