Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Claudinei minimiza preocupação com futuro no Santos

Técnico interino deixa sua efetivação no cargo nas mãos dos dirigentes santistas

SANCHES FILHO, Agência Estado

21 de junho de 2013 | 14h37

SANTOS - Apesar da indefinição da diretoria do Santos, o interino Claudinei Oliveira não se preocupa com seu futuro. Alçado à posição de treinador do time principal, ele se diz tranquilo e deixa sua efetivação no cargo, possivelmente no retorno do Brasileirão, nas mãos dos dirigentes.

"Estou tranquilo, fazendo meu melhor no dia a dia e deixo a definição a critério da direção. Tenho certeza de que vão tomar a decisão correta. Não me foi prometido nada e, então, não posso cobrar nada", afirmou o técnico, que levou a base santista ao título da Copa São Paulo de Juniores no início deste ano.

Claudinei assumiu de forma provisória o time profissional logo após a demissão de Muricy Ramalho. E, diante da dificuldade da diretoria em buscar um novo técnico, foi mantido na posição de interino. Após receber uma negativa do argentino Marcelo Bielsa, o Santos sonda outro técnico do país vizinho, Gerardo Martino, ex-treinador da seleção paraguaia.

Esta indefinição, contudo, não incomoda Claudinei. Mesmo ciente de que poderá deixar o time a qualquer momento, ele se diz confiante no cargo provisório. "Hoje sou o treinador do Santos", afirma o técnico, que conta com a aprovação do elenco santista.

Enquanto não é efetivado no cargo, Claudinei planeja a montagem do Santos para a volta do Brasileirão. E não deixa de lamentar a ausência de Neymar. "Neymar faz falta a qualquer equipe. Todos querem ter um jogador dessa qualidade. Mas futebol é coletivo. Para Neymar aparecer, ele tem que ter um time organizado", diz.

Sem o craque, o técnico aposta na promoção de atletas da base. "Tenho confiança nos jovens jogadores que estão subindo. O momento é de transição", explica. Os jovens jogadores são uma alternativa às eventuais saídas dos titulares.

O goleiro Rafael e o meia Felipe Anderson estão sendo negociados e podem deixar o clube nesta janela de transferências. Para o lugar de Rafael, Claudinei diz contar com Aranha e Vladimir. Reforços de fora também são cogitados. Mas o interino não revelou nomes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCClaudinei Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.