Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Claudinei Oliveira admite mudanças no time do Santos contra o Bahia

Técnico descartou a possibilidade de poupar o meia argentino Montillo por causa do desgaste físico

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2013 | 21h15

SANTOS - Depois de três empates seguidos no Brasileirão - contra Corinthians, Cruzeiro e Vasco -, o técnico Claudinei Oliveira admitiu nesta sexta-feira que pode fazer mudanças no time do Santos para o jogo de domingo, diante do Bahia, em Salvador. Mas ele já descartou a possibilidade de poupar o meia argentino Montillo por causa do desgaste físico, garantindo que irá escalar o jogador.

"Vou definir o time amanhã (sábado), no trabalho tático. Estou com algumas opções e, por enquanto, devemos jogar com 70% a 80% do que atuou contra o Vasco, mas vamos testar algumas formações", avisou Claudinei Oliveira, sem adiantar as mudanças que pode fazer na escalação santista. Ele reconheceu, no entanto, que é preciso melhorar a produção ofensiva, acenando com troca no ataque.

"A defesa melhorou bastante. Vamos achar a melhor formação ofensiva e que nos dê possibilidade de mais gols", explicou o técnico, que foi efetivado no cargo nesta semana pelo recém-chegado Zinho, novo gerente de futebol do Santos. "Lá na Fonte Nova, o Bahia é muito forte. Temos que respeitar o Bahia, mas, na nossa situação, o fundamental é a conquista dos três pontos."

Com apenas 15 pontos, o Santos está perigosamente perto da zona de rebaixamento no Brasileirão. E uma das principais armas para sair dessa situação é Montillo, que cresceu de produção nos últimos jogos. Existia a possibilidade dele ser poupado neste domingo em Salvador, mas, apesar do desgaste físico, os exames não apontaram risco imediato de contusão. Assim, o meia vai jogar.

"Os testes foram bem razoáveis. A principio, não vamos poupar o Montillo. Ele chegou e se colocou à disposição. Esperamos que ele possa ter uma boa atuação em Salvador e nos ajudar", disse Claudinei Oliveira, consciente da importância do meia argentino para o time do Santos, principalmente depois da negociação do atacante Neymar com o Barcelona, finalizada em maio.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos fcbrasileirãoesportesfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.