Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Claudinei Oliveira vê evolução na equipe do Santos

Santos tem buscado se recompor, para afastar a crise após goleada para o Barcelona

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 09h24

SANTOS - O Santos já soma quatro jogos sem vitória no Brasileirão, com três empates e uma derrota, o que o fez se aproximar da zona de rebaixamento - está em 15º lugar, com 14 pontos. Mas, depois da humilhante goleada sofrida no amistoso com o Barcelona, o técnico interino Claudinei Oliveira diz ver evolução na equipe, levando em consideração os resultados desde então, diante de Corinthians (1 a 1) e Cruzeiro (0 a 0).

Depois de levar de 8 a 0 do Barcelona no dia 2 de agosto, no Camp Nou, o Santos tem buscado se recompor, para afastar a crise. Conseguiu reagir logo no jogo seguinte, ao empatar com o clássico com o rival Corinthians, quarta-feira passada, na Vila Belmiro. E no compromisso de domingo, acabou com o aproveitamento 100% que o Cruzeiro tinha no Mineirão desde que o estádio foi reinaugurado em fevereiro.

Por ter enfrentado dois adversários bem complicados, em situações tão adversas, Claudinei Oliveira elogiou seu time mesmo sem ter conseguido as vitórias. "O Santos vem em uma crescente na competição", avaliou o técnico interino, que está no cargo desde a demissão de Muricy Ramalho, no final de maio, e corre o risco de ser substituído nos próximos dias. "Temos feito bons jogos. Vamos seguir trabalhando."

Para ajudar nessa recuperação santista, o novo gerente de futebol do clube assume o cargo nesta segunda-feira. O ex-jogador Zinho, supercampeão dentro dos gramados, chega para substituir Nei Pandolfo prometendo ajudar num momento em que o Santos ainda sofre com a humilhante derrota para o Barcelona e busca melhorar a situação no Brasileirão, para afastar o risco de ser ameaçado pelo rebaixamento.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCClaudinei Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.