Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Clayson comemora vitória do Corinthians e desabafa: 'Aqui não tem moleque'

Atacante marcou o segundo gol do triunfo por 2 a 1 sobre o Bahia neste sábado em Itaquera

João Prata, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2019 | 21h49

O atacante Clayson desabafou após a vitória do Corinthians sobre o Bahia por 2 a 1 neste sábado, na arena em Itaquera, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador marcou o gol que garantiu a vitória e colocou fim à sequência de três tropeços consecutivos - duas derrotas e um empate.

"Aqui não tem moleque. A gente trabalha duro, assume nossas responsabilidades e também não gosta quando o resultado não vem. Nosso grupo é uma família e a vitória nos dá confiança para a sequência da temporada", comentou.

A vitória veio de maneira sofrida. O Corinthians abriu o placar com Vagner Love, de pênalti, ainda na etapa inicial. O time recuou e, no segundo tempo, levou o gol de empate, também em uma penalidade. Os três pontos vieram graças a uma bela assistência de Pedrinho, competência de Clayson em se antecipar ao goleiro Douglas e também a uma indefinição da zaga adversária.

"Perguntei para a assessoria se tinha confirmado o gol meu. Eu toquei por último, quando o Nino acabou furando eu consegui bater com a sola", explicou Clayson. "Foi um excelente passe do Pedrinho. Importante voltar a vencer. Temos um grupo de jovens e a gente estava chateado. Trabalhamos quietinho e voltamos a vencer. Começou o segundo turno e temos grandes chances de brigar lá em cima", complementou.

O resultado levou o Corinthians para a quarta colocação com os mesmos 35 pontos do São Paulo, que está em quinto por ter pior saldo de gols (10 a 9). O time alvinegro agora volta as atenções para a Copa Sul-Americana. Depois de perder o jogo de ida em casa por 2 a 0, visitará o Independiente Del Valle na próxima quarta-feira em busca da virada para ir à final do torneio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.