Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Clayson deixa treino mais cedo, mas Jair Ventura confirma atacante contra o Inter

Atacante sentiu incômodo durante coletivo e deu lugar a Pedrinho no time titular

João Prata, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2018 | 12h47

O atacante Clayson deixou o treino do Corinthians nesta sexta-feira com um incômodo na coxa, mas o técnico Jair Ventura informou que a saída foi mais por precaução e ele não preocupa para o jogo de domingo, contra o Internacional, em casa, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro

"Clayson pesou um pouco. Sentiu um incômodo aqui e ali e saiu porque não adianta treinar muito forte, passar do ponto e perder o jogador", informou. Ao ser questionado se o atacante preocupava para a partida, respondeu: "Não. Está tranquilo." 

Durante o trabalho coletivo, Jair Ventura repetiu a formação com o quarteto ofensivo formado por Clayson, Jadson, Mateus Vital e Romero. Com a saída de Clayson, Pedrinho entrou no time titular e o jovem da base Rodrigo Figueiredo passou a compor os reservas. 

Outra baixa na atividade foi o zagueiro Pedro Henrique, que recentemente se recuperou de um problema no joelho e vinha treinando entre os reservas. Ele deixou o campo mancando por causa de uma pancada. De acordo com a assessoria de imprensa, a tendência é que seja relacionado. Logo após a atividade, o técnico Jair Ventura sentou-se no banco de reservas para conversar com o médico Ivan Grava.

Na entrevista coletiva, o treinador explicou que, para evitar lesões e desgastes, realizou uma sequência de trabalho mais leve. "Essa semana seria ótima para implementar um monte de coisas. Mas foi muito mais uma recuperação, para encher o tanque e voltar à série de jogos pesados e decisivos. Não só na copa do Brasil, mas Brasileiro também. O Inter é muito forte, de força técnica e física", explicou.

O Corinthians ocupa a oitava colocação no Campeonato Brasileiro com 33 pontos, a seis da zona de rebaixamento. No domingo, o time deve entrar em campo com: Cássio; Fagner, Henrique, Léo Santos e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas; Clayson, Jadson, Mateus Vital e Romero.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.