Cesaar Greco/Ag. Palmeiras
Cesaar Greco/Ag. Palmeiras

Cleiton Xavier para por até 50 dias e Marcelo Oliveira reclama

Técnico fala sobre contusão de meia e sobre treinos no Brasil

O Estado de S. Paulo

23 Agosto 2015 | 22h41

A estadia do Palmeiras em Belo Horizonte pode trazer mais prejuízos do que o previsto. Além da derrota neste domingo para o Atlético-MG, a quarta nos últimos cinco jogos, o time deve perder Cleiton Xavier entre 40 e 50 dias por uma lesão na coxa. É o terceiro desfalque de Marcelo Oliveira, que também não pode contar com Gabriel (só volta em 2016) e Arouca (cerca de 15 dias fora).

"O treino é complicado mesmo, você vê que fizemos 20 minutos de treino no sábado, fizemos um treino tático para posicionamento, de rodar a bola e fazer bola parada. E acabou machucando jogador", disse Marcelo Oliveira. "Do Cruzeiro machucou, do Fluminense machucou", reclamou o técnico.

Neste domingo Zé Roberto atuou como titular no meio de campo. No segundo tempo, foi a vez de Robinho ir para a função, entrando no lugar de Egídio e o veterano ser deslocado para a lateral-esquerda. "O Egídio não foi bem, perdeu bolas que normalmente não perde e está oscilando um pouco. No nosso estádio ele joga melhor, porque é um jogador de apelo mais ofensivo e por isso troquei", explicou o técnico. 

"A gente aposta que o Palmeiras tenha um elenco capaz. Estamos confiantes, tranquilos, pelo menos pelo segundo tempo que o Palmeiras fez hoje (domingo)", afirmou o treinador. Na próxima quarta-feira, o adversário é o Cruzeiro, no segundo jogo de volta pela copa do Brasil. Na partida de ida, o Alviverde venceu por 2 a 1. O empate classifica o time de Marcelo Oliveira. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.