Divulgação
Divulgação

Clube árabe confirma compra e Nilmar deixa o Inter pela terceira vez

Atacante vai atuar no Al Nars, dos Emirados Árabes Unidos

Estadão Conteúdo

30 de julho de 2015 | 19h58

O Internacional não terá mais o futebol de Nilmar. Nesta quinta-feira, o atacante acertou a sua transferência para o Al Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, e encerra, assim, a sua terceira passagem pelo time gaúcho. O clube árabe até já divulgou a contratação por duas temporadas em seu site oficial - o jogador fará exames médicos na Alemanha antes de se juntar à nova equipe.

Nesta quinta-feira, Nilmar nem treinou com os companheiros no CT do Parque Gigante, em Porto Alegre. O atacante somente correu em volta do gramado, enquanto que o técnico uruguaio Diego Aguirre montava a equipe para o jogo contra a Chapecoense, neste domingo, no estádio Beira-Rio, na capital gaúcha, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Nilmar havia sido recontratado pelo Internacional em setembro do ano passado, tendo assinado um vínculo até o final de 2017. Neste período, disputou 35 partidas, com 10 gols. No total, soma 185 jogos, com 74 gols pelo clube gaúcho. O atacante já foi vendido outras duas vezes pelo clube gaúcho: para o Lyon, da França, em 2004, e para o Villarreal, da Espanha, em 2009.

TIME

Um treino coletivo nesta quinta-feira esboçou a escalação que deverá ser utilizada diante da Chapecoense. No trabalho comandado por Diego Aguirre, Réver e Juan formaram a dupla de zaga, enquanto que William foi o lateral-direito e Ernando desempenhou a função pelo lado esquerdo na vaga de Geferson, que cumprirá suspensão automática. O meio de campo também teve novidades, sendo armado com Rodrigo Dourado, Anderson, D''Alessandro, Valdívia e Eduardo Sasha. Lisandro López foi o atacante.

A provável escalação para domingo é: Alisson; William, Réver, Juan e Ernando; Dourado, Anderson, Sasha, D''Alessandro e Valdívia; Lisandro López.

Tudo o que sabemos sobre:
fMercado da bola, utebolInterNilmar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.