Clube chinês vai usar marca ?Corinthians?

Enquanto aguarda a partida amistosa contra o Saturn, domingo, nos arredores de Moscou, que vai render R$ 450 mil, a diretoria do Corinthians aproveitou a passagem pelo Leste Europeu para dar uma "esticadinha" até a China. Lá, formalizou acordo com o Xiamen, clube local que disputará o próximo Campeonato Chinês com a marca e o nome "Corinthians". Além disso, acertou a criação de escolinhas de futebol no país mais populoso do mundo, com cerca de 1,5 bilhão de habitantes, ou seja, oito vezes mais do que o Brasil.O negócio começou a ser discutido há cerca de três meses. No mês passado uma comitiva de chineses esteve no Parque São Jorge para conhecer as instalações corintianas. Agora, a comitiva brasileira, encabeçada pelo presidente Alberto Dualib e o vice de Futebol, Antonio Roque Citadini, participou do encontro para definir o trabalho em conjunto.Enquanto a cartolagem corria de lá para cá, o técnico Geninho aproveitava para treinar o time. No domingo vai escalar os titulares no início do jogo. Porém, a intenção é mexer bastante na equipe a fim de não desgastar excessivamente nenhum atleta. "A primeira etapa do treino desta sexta-feira foi feita visando uma desintoxicação, por causa da viagem. Só neste sábado estaremos mais voltados para o amistoso", explicou o treinador. A delegação volta ao Brasil na segunda-feira à noite e o próximo jogo pelo Campeonato Brasileiro está marcado para o dia 13, no Pacaembu, diante do Fortaleza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.