Clube dos 13 anuncia Liga Nacional

O Clube dos 13 resolveu criar a Liga Nacional de Futebol Profissional, no prazo máximo de 60 dias, para organizar o Campeonato Brasileiro de futebol deste ano. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, em assembléia-geral realizada em Curitiba.A assembléia deliberou, ainda, pelo cumprimento do calendário quadrienal do futebol brasileiro e, na denominada ?Carta de Curitiba?, aprovada na reunião, lutar por mudanças na legislação esportiva do País, ?através de lei ou de medida provisória?, para incentivar e atrair investimentos para o futebol, ?além de dar condições aos clubes de investirem na formação de atletas através de suas categorias de base?.Mas, ao que tudo indica, os dias do Clube dos 13 estão contados. Dois dos associados estão deixando a entidade. O Santos, em nota oficial distribuída no final da tarde desta sexta-feira, assinada pelo seu presidente, Marcelo Teixeira, informou que vai propor ao Conselho Deliberativo do clube o desligamento da entidade. Segundo o presidente, o Clube dos 13 ?não tem atendido a diversas reivindicações, entre as quais a equiparação de cotas recebidas por outras equipes do futebol brasileiro?.O dirigente reclamou que seu time vem sendo discriminado pela entidade, alegando que possui relatórios e estatísticas que comprovam sua afirmação. Marcelo Teixeira informou que tem sido cobrado pelos conselheiros do Santos e que relutou em fazer essa proposta. ?Acho que chegou a hora de levar o caso para a análise do órgão.?Segundo ele, a única condição para que o Santos reconsidere essa decisão é que ?o Clube dos 13 reveja sua posição e atenda o que estamos solicitando?.Além do clube paulista, o Flamengo também demonstrou intenção de desfiliar-se da entidade, alegando que não vem sendo tratado de acordo com suas tradições.Na assembléia-geral do Clube dos 13 realizada nesta sexta-feira também ficou traçado um outro objetivo: o de trabalhar para a mudança na composição dos colégios eleitorais das federações estaduais e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A intenção é ?dar maior transparência no processo?, além de uma ?maior participação dos clubes nos destinos do futebol profissional?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.