Clubes cariocas fazem mudanças entre si

Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco terminaram o Campeonato Brasileiro prometendo aos torcedores um melhor desempenho no ano de 2005, mas as contratações até agora especuladas permitem antever que nada mudará muito. Nesta semana de encerramento de contratos, os clubes do Rio acenam apenas com mudanças entre si e devem fazer mesmo é um troca-troca de jogadores.A principal mudança envolve o meia Petkovic, que trocará o Vasco pelo Fluminense. Uma transação de alto investimento, já que o salário do jogador sérvio, a ser pago pela patrocinadora do clube, está estimado em cerca de R$ 400 mil.Além de tirar o principal jogador do Vasco, o Fluminense ainda tenta contratar o meia Felipe, que foi um dos destaques do Flamengo na temporada. Mas o jogador também é pretendido pelo Botafogo e, assim como o meia Roger, que deixou as Laranjeiras, pode parar no Corinthians.O Fluminense, inclusive, repatriou o zagueiro Fabiano Eller, que estava no Catar, e já contratou o técnico Abel Braga - ambos, durante o primeiro semestre, defenderam o Flamengo. Enquanto isso na Gávea, para apagar o vexame de 2004, o Flamengo optou pelo pouco conhecido Júlio César Leal como treinador, rebaixando Andrade para o cargo de auxiliar-técnico.O novo técnico do Flamengo já pediu a contratação de pelo menos cinco reforços aos dirigentes, principalmente porque a equipe deverá perder seus principais jogadores: o meia Felipe e o goleiro Julio Cesar. "Sei das limitações financeiras, mas quero reforços em nível de seleção", pediu Júlio César Leal.Sem Petkovic e em grave crise financeira, o Vasco quer apostar em um jogador que já passou por São Januário, o meia Ramon, que está saindo do Fluminense. E, em troca do goleiro Fábio, que interessa ao Cruzeiro, os dirigentes vascaínos pretendem tirar dois atletas do Botafogo: o goleiro Jéfferson e o atacante Alex Alves, que estão emprestados pelo clube mineiro."Não vamos fazer loucuras porque estamos sem dinheiro para isso. Pagar R$ 400 mil para um jogador é estar fora da realidade", disse o vice-presidente de futebol do Vasco, José Luis Moreira, numa referência à saída de Petkovic de São Januário.Seguindo a linha financeira austera do Vasco, o presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, também tentou conter a euforia na hora de contratar. Disse querer primeiro renovar com os jogadores mais importantes do elenco, como o atacante Caio, além de negociar com o Cruzeiro a permanência de Jéfferson e Alex Alves. Mas, na hora de projetar contratações, o Botafogo também sonha com jogadores que estão em outros clubes do Rio, como Felipe. "Desde que assumi o Botafogo, tenho a política de pés no chão. E assim será em 2005", afirmou o presidente Bebeto de Freitas. "Vamos renovar os contratos de alguns jogadores e tentar parcerias para trazer outros." Apesar da impressão de que o cenário do futebol carioca pouco irá mudar em 2005, dirigentes e técnicos dos clubes do Rio prometem melhorias. A dúvida que fica na cabeça dos torcedores é que se os quatro grandes não conseguiram ir bem em 2004, como resolverão os problemas apenas trocando seus atletas entre si?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.