Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Clubes da Série B defendem início do torneio em 14 de agosto e final em janeiro

As 20 equipes participantes querem um calendário diferente do apresentado pela CBF

Redação, Estadão Conteúdo

26 de junho de 2020 | 18h14

Mesmo sem ter sido anunciado, o calendário do Campeonato Brasileiro da Série B pode passar por mudanças. Nesta sexta-feira, os 20 clubes participantes se reuniram por videoconferência e chegaram à conclusão de que o ideal é que a competição ocorra entre 14 de agosto e 31 de janeiro de 2021.

Essa ideia não é similar à proposta discutida entre Confederação Brasileiro de Futebol (CBF), Comissão Nacional de Clubes (CNC) e os 40 times das duas primeiras divisões nacionais. Afinal, na quinta-feira, ficou estipulado que o início das Séries A e B estaria previsto para 8 e 9 de agosto e o encerramento aconteceria apenas em fevereiro próximo.

Os times, porém, avaliam que, se as datas forem mantidas, pode ocorrer um choque entre o início da Série B e a reta final dos Estaduais. Além disso, como vão jogar duas vezes por semana, em média, e não participam de competições sul-americanas, entendem que a Série B não precisa se estender até fevereiro próximo.

O ponto pacífico é que, dependendo dos protocolos de saúde e da evolução da pandemia de covid-19, algumas equipes precisarão atuar longe de casa. Além disso, a Série B deverá ser disputada com o mesmo regulamento - todos contra todos, em turno e returno, com os quatro melhores conquistando o acesso. No entanto, as partidas não deverão contar com torcida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.