Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Clubes dos EUA recusam convite de amistoso no Itaquerão

Corinthians fez proposta para dois times da MLS

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2015 | 07h00

Fracassaram as negociações da diretoria do Corinthians para aproveitar a paralisação do Campeonato Brasileiro durante os jogos da seleção brasileira na Eliminatórias no próximo mês para promover um amistoso internacional no Itaquerão. Depois de tentar jogar contra o Boca Juniors, o departamento de marketing teve recusado dois convites feitos a equipes dos Estados Unidos que disputam a Major League Soccer (MLS).

“Estávamos negociando, mas não chegamos a um acordo. O foco era jogar contra um clube dos Estados Unidos, fizemos duas propostas, mas ambos os clubes têm grandes chances de se classificar para os playoffs e, mesmo sendo data Fifa, a logística da viagem de volta ficaria difícil para eles. Por isso, não houve acordo”, disse ao Estado o superintendente de marketing do Corinthians, Gustavo Herbetta.

O Corinthians ficará nove dias sem jogos no próximo mês. O time enfrenta a Ponte Preta no dia 4 de outubro, no Moisés Lucarelli, e depois só volta a campo no dia 15, quando recebe o Goiás, no Itaquerão.

Uma das ideias iniciais era o clube disputar neste intervalo de tempo um amistoso nos Estados Unidos. Depois, passou a ser cogitada a possibilidade de trazer um time de fora do País para jogar no Itaquerão.

Sem amistosos, Tite deverá promover apenas um jogo-treino no CT do Parque Ecológico para os jogadores não perderam ritmo. O Corinthians é líder do Campeonato Brasileiro com 57 pontos, cinco a mais do que o Atlético-MG, segundo colocado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.