Clubes espanhóis ameaçam greve no início de abril

Os clubes espanhóis ameaçaram nesta sexta-feira paralisar o campeonato nacional na rodada dos dias 2 e 3 de abril. A liga profissional de futebol (LFP) da Espanha está insatisfeita com a regra imposta pelo governo que exige a transmissão gratuita, pela televisão, de um jogo por rodada.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2011 | 16h00

A LFP, representante dos clubes da primeira e da segunda divisão, quer que a regra do governo só comece a valer a partir da temporada 2012/2013. Além disso, espera que a ameaça de greve aumente seu poder na negociação dos direitos de TV com o governo.

A entidade busca ainda uma parcela maior na divisão dos ganhos em bolsas de apostas e loterias administradas pelo governo. De acordo com o presidente Jose Luis Astiazaran, a intenção da LFP não é acabar com a partida gratuita da rodada.

Se a greve for confirmada, a 30.ª rodada atrasará em uma semana o fim do Campeonato Espanhol, que deverá terminar somente em junho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Espanholgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.