Clubes europeus disputam contratação do são-paulino Josué

Time paulista recebe ofertas do Múrcia, da Espanha, e do italiano Napoli para levar o volante

Guilherme Carvalho, do Jornal da Tarde,

26 de julho de 2007 | 19h50

Começou o leilão por Josué. Após o jogador ter se destacado na conquista da Copa América da Venezuela pela seleção brasileira, o futebol europeu começa a disputar o passe do jogador. Os primeiros candidatos são o pequeno Múrcia, da Espanha, e o tradicional Napoli, da Itália, ambos recém chegados às primeiras divisões nacionais.O time do sul italiano ofereceu 2 milhões de euros (cerca de R$ 5,1 milhões) para o São Paulo para ter o volante já nesse segundo semestre de 2007, quando começam os campeonatos europeus.O valor do Múrcia é mais alto. Para o São Paulo são os mesmos 2 milhões de euros, mas o clube destinou 750 mil euros (R$ 1,9 milhão) por temporada para o jogador. Incluindo salários e comissões, a proposta espanhola já chega a 5 milhões de euros (R$ 12,8 milhões).Como o São Paulo parece não estar disposto a liberar o jogador por esta quantia, o Múrcia espera agora uma contra-proposta por escrito, para saber quanto o clube do Morumbi quer por Josué. O volante foi o principal pedido do técnico Luis Alcaraz para montar o time e os contatos entre as partes já começaram há algum tempo. Nos primeiros contatos, intermediados pelo agente Fifa Iñaki Spizua e pelo procurador de Josué, Omar Vasconcellos, a proposta foi de 1,5 milhão de euros (R$3,8 milhões).A tática do Múrcia é a mesma do Napoli. Os dois clubes querem aproveitar a proximidade do fim do contrato entre jogador e São Paulo (acaba dia 12 de janeiro de 2008), para pressionar o clube brasileiro a vender o atleta por um preço menor do que ele vale realmente.Segundo a diretoria são-paulina, o valor precisa ser mais alto para tirar Josué agora. Para os dirigentes, o jogador é fundamental na luta pelo bicampeonato brasileiro, que também geraria lucro ao time. "Valores muito abaixo do mercado não valem a pena para nós nesse momento. Nem que seja para perdê-lo de graça depois", garante o superintendente de futebol do clube, Marco Aurélio Cunha.O jogador, que está conversando com o São Paulo sobre a renovação, já disse que só sai do Morumbi se for para atuar em um clube europeu de grande expressão. "Só se for algo que me realize. Não acho mais que ir para a Europa seja tão fundamental assim", diz.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCvolante Josué

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.