Clubes farão vistoria em passaportes

A Federação Inglesa de Futebol determinou um prazo de duas semanas para que os clubes realizem uma ampla vistoria para identificar jogadores que estejam atuando com passaporte falsificado. A medida, segundo o presidente da entidade, Adam Crozier, deverá colocar fim ?a rumores infundados?, segundo os quais o país teria grande número de atletas em situação irregular. Crozier disse que os clubes poderão contar, inclusive, com a ajuda de funcionários do governo.Segundo as regras da Fifa os clubes não podem colocar em campo mais de três jogadores extra-comunitários nos campeonatos nacionais e nas competições européias. Para burlar a lei, muitas equipes estariam fornecendo passaportes falsos a atletas que não pertencem à União Européia. A maior parte desses jogadores viria da América do Sul - em especial, brasileiros e argentinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.