Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Clubes reagem e punem derrota com multa

O pagamento de bicho (prêmio por vitória) ganhou uma nova leitura no futebol. Dois clubes - um do Brasil e outro da República Checa - resolveram inverter os papéis e decidiram multar seus jogadores após sofrerem uma goleada. A iniciativa, até então inédita, foi adotada há pouco mais de uma semana pela direção do Slavia Praga, onde joga o brasileiro Adauto (ex-Atlético-PR). A equipe perdeu por 4 a 0 para o Liberec, e o presidente Vladimir Leska, irritado, resolveu multar os atletas. Esta semana, numa atitude idêntica, a diretoria do Londrina aplicou multa de 20% nos salários dos jogadores depois da goleada de 5 a 0 sofrida diante do Atlético-PR.?Não foi nem porque o time perdeu. Fizemos isso para que os jogadores façam uma auto-avaliação sobre o comportamento deles em campo. Para que eles acordem e vejam o que fizeram de errado?, explicou o presidente do Londrina, Agostinho Miguel Garrotti. Com a derrota para o Atlético, o Londrina saiu da zona de classificação para a próxima fase do Estadual. Faltando duas rodadas para o final da 1ª fase, o clube ocupa a 5ª colocação no Grupo B. Agora enfrenta o Paranavaí e o Iratí, ambos em casa. ?Se ganhar do Paranavaí, podemos até rever a punição?, disse o Garrotti. Mas, e se perder ? ?Se perder de novo eu não sei o que vamos fazer. Aí, vamos ter de estudar?, afirmou. Garrotti diz estar convicto do acerto da medida. ?Os salários estão em dia; oferecemos toda infra-estrutura para treinamentos, logística de viagens, hotéis, concentração?, disse ele. ?Se a diretoria não toma nenhuma atitude, vão acusar a gente de omissão?, acredita.No Slavia Praga a situação é um pouco mais complicada. A diretoria suspendeu o pagamento de bicho no início do returno do campeonato nacional onde o clube é vice-líder, atrás do tradicional rival Sparta Praga. Com a goleada diante do Liberec, em casa, o dirigente perdeu a paciência. Ao chegarem para treinar na manhã seguinte, os jogadores ouviram do técnico Josef Csaplar que teriam que pagar uma multa de 30 mil korunas checas, o equivalente a 3 mil reais. O valor deveria ser divididos entre os jogadores. "Chegamos para treinar e a primeira coisa que o treinador disse era que teríamos que pagar o bicho para o clube, porque era absurdo tomar de 4 em casa. Particularmente acho que ele está certo, pois os jogadores estavam mais preocupados com os play-offs da liga de Hockey do que com a partida", acusa Adauto, campeão brasileiro com o Atlético Paranaense em 2001.O Hockey é o esporte mais popular na República Checa e jogadores de futebol já chegaram até a faltar em treinos para acompanhar os jogos.Adauto considera que a medida não dará certo no Brasil. " Se isso acontece no Brasil viraria baderna. Os checos são muito disciplinados até pelo tempo que viveram sob o comunismo. O povo está acostumado a aceitar as imposições pela sua história. O clube pune e os jogadores apenas aceitam", conclui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.