Rodolfo Buhrer/Reuters
Rodolfo Buhrer/Reuters

Clubes rompem com a Globo e clássico será transmitido no YouTube

Atlético-PR e Coritiba jogam no domingo com a aposta no site para atingir mais torcedores

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2017 | 19h52

O principal clássico do Campeonato Paranaense, Atlético-PR e Coritiba, só será transmitido no YouTube. A diretoria dos clubes fecharam o acordo nos últimos dias para que o jogo do próximo domingo, na Arena da Baixada, não passe em nenhum canal de televisão. Os rivais consideraram muito baixo o valor pago pela TV Globo por direitos de transmissão e decidiram apostar na nova ferramenta.

"Está confirmada a transmissão pelo YouTube. Fizemos isso porque o valor oferecido pela TV para transmitir o jogo é menos de 50% do que nos foi pago no ano passado", explicou ao Estado o presidente do Coritiba, Rogério Portugal Bacellar nesta sexta-feira. "Os nossos torcedores aprovaram a ideia, já que pela falta de como acompanhar a partida, a escolha será interessante", contou.

O clássico vale pela quinta rodada do Estadual. O dono da casa, o Atlético-PR, ainda não venceu pelo Paranaense e vai escalar o time reserva, pois na próxima quarta-feira decide vaga na fase de grupos da Copa Libertadores contra o Deportivo Capiatá, do Paraguai. O Coritiba, por sua vez, tentará a terceira vitória consecutiva na competição e vai com a força máxima.

Segundo Bacellar, uma nova reunião neste sábado vai definir os detalhes finais da transmissão. Os clubes já acertaram a escolha de um narrador, equipe de reportagem e a presença de dois comentaristas. Cada um será ex-jogador de cada uma das equipes. Os dois maiores rivais do Paraná fizeram a decisão do Estadual no ano passado, vencida pelo Atlético-PR.

"Acho que essa escolha por YouTube deve ser a tendência para os próximos clássicos, mesmo em uma possível fase decisiva do Campeonato Paranaense. É uma maneira de levarmos a transmissão, de nos comunicarmos com nossos torcedores", afirmou o presidente do Coritiba.

O presidente do Atlético-PR, Luiz Salim Emed, contou que a aposta no YouTube é uma forma de cativar a torcida, após os dois clubes terem ficado insatisfeitos com as propostas da TV. "Podemos atingir o público jovem e adepto da tecnologia, porque é uma novidade que pode virar tendência. É algo que já está em umso em outros países. Será uma experiência boa para os dois clubes aprenderem", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.