Coaracy Nunes é reeleito na CBDA

A Cidade da Natação, um centro de treinamento de excelência da modalidade, é o principal objetivo do presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, reeleito hoje, por aclamação pelas federações de todo o Brasil, reunidas em Belo Horizonte, para continuar dirigindo a entidade até 2008. Coaracy já preside a CBDA há 16 anos e, ao fim de mais esse mandato, terá completado 20 anos no cargo. O dirigente vem negociando o projeto da Cidade de Natação desde 1992. Já quase viu dar certo e depois ficou frustrado em conversas com as Prefeituras de Campinas (SP), Resende (RJ), Curitiba (PR) e Rio. Agora tem um contrato assinado com a Prefeitura de Rio das Ostras, na Região dos Lagos, no Rio, que poderia arcar com o custo de R$ 22 milhões do projeto porque, segundo o dirigente, tem um orçamento sólido originário dos royalties do petróleo explorado naquela área do País. O prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto Baltazar, que assumiu em janeiro, conversou com Coaracy logo nos primeiros dias de seu mandato e pediu até o dia 23 de março. "Será o Dia D para a natação brasileira." O prefeito pediu o prazo para fazer um levantamento de todas as obras em andamento na cidade. "Ele disse que tinha naquele momento cerca de R$ 150 milhões investido em obras e que precisaria fazer um levantamento. Mas está interessado no projeto." O dirigente informou que o projeto da Cidade da Natação já foi aprovado pela ex-administração da cidade e um terreno já foi doado por uma empresa particular. "Só falta resolver." Coaracy Nunes também negocia contrato com os Correios - em 2004, a verba de patrocínio foi de R$ 6 milhões - e tem assegurados os recursos da Lei Piva, de R$ 1,7 milhão esse ano.

Agencia Estado,

18 de fevereiro de 2005 | 17h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.