Philippe Desmazes/ AFP Photo
Philippe Desmazes/ AFP Photo

Cobiçado na Europa, Malcom admite que pediu para deixar o Bordeaux

Brasileiro renovou com equipe francesa, mas contra sua vontade: 'Eu queria ter saído'

Estadão Conteúdo

04 de fevereiro de 2018 | 14h46

Destaque do Bordeaux na temporada, o jovem Malcom está despertando interesse de alguns dos principais clubes da Europa. Ao término da janela de transferência no continente, na última quarta-feira, o jogador de 20 anos permaneceu no clube francês, mas não por vontade própria.

+Neymar marca golaço, completa 350 na carreira e PSG vence Lille no Francês

+Confira tabela do Campeonato Francês 

Neste domingo, o brasileiro revelou que queria ter deixado o Bordeaux e, inclusive, pediu a transferência à diretoria. "Eu queria ter saído. Estou falando a verdade, porque este é meu sonho: ter progresso na carreira", confirmou, em entrevista à rede de televisão TF1.

Apesar de não ter o pedido atendido, o brasileiro prometeu manter o comprometimento com a equipe. "Eu falei com o presidente (Stéphane Martin) e disse a ele que poderia contar comigo até o fim. Vou dar tudo que poder para ajudar o Bordeaux a terminar entre os seis melhores do campeonato."

Malcom ainda fez questão de destacar que seu pedido para ser negociado não tem a ver com qualquer insatisfação no Bordeaux. "Eu sei que posso fazer melhor e vou dar tudo que puder para ajudar o Bordeaux. É uma cidade que eu gosto, é tranquila, minha família ama. Então, vou me esforçar até o fim."

Contratado junto ao Corinthians em janeiro de 2016, Malcom se firmou como destaque da equipe nestes últimos dois anos, o que fez com que chamasse a atenção de outros grandes clubes da Europa. De acordo com a imprensa local, Arsenal e Tottenham fizeram propostas por ele nesta janela para transferências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.