Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Cobiçado por europeus, Pepê estende contrato com Grêmio até 2024

Atacante de 23 anos vem sendo um dos principais destaques da equipe gaúcha

Redação, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2020 | 17h56

Preocupado com as demonstrações de interesse de clubes europeus, a diretoria do Grêmio estendeu o contrato do jovem atacante Pepê. O jogador de 23 anos estendeu seu vínculo até 2024. O acordo anterior, assinado em 2018, se encerraria no final de 2022. O atleta vem sendo um dos principais destaques entre os mais jovens da equipe gaúcha.

"Pepê é uma de nossas 'joias raras' de formação e, além de ser muito promissor e ter chegado à seleção pré-olímpica, é um goleador nato. Foi um de nossos artilheiros em 2019 mesmo sem gozar da titularidade da equipe e está apto de assumir a condição de protagonista", disse o vice-presidente de futebol do Grêmio, Paulo Luz.

O atacante passou a se destacar no ano passado, quando foi o vice-artilheiro do time, com 13 gols, mesmo não sendo titular. Neste embalo, Pepê também foi bem com a camisa da seleção brasileira sub-23 no Pré-Olímpico, disputado na Colômbia entre janeiro e fevereiro deste ano. Foram três gols em seis jogos.

Com as boas performances, Pepê ganhou a atenção de grandes clubes da Europa. Da Alemanha, Wolfsburg e Bayern de Munique demonstraram interesse. De Portugal, o Porto passou a sondar o atleta. E o Grêmio acendeu o sinal de alerta.

"Essa renovação é importante porque consolida o trabalho de reconhecimento do clube e valorização pela performance do jogador dentro de campo, a exemplo do que aconteceu com outros jogadores como Pedro Rocha, Jaílson, Jean Pyerre, Matheus Henrique, entre outros. É a valorização no momento certo, depois da demonstração em campo do Pepê, com suas atuações e números atingidos vestindo a camisa do Grêmio", afirmou o executivo de futebol do Grêmio, Klauss Câmara.

Com 91 jogos no time principal, Pepê desembarcou no Grêmio em 2016 para atuar na base, vindo do Foz do Iguaçu. Dois anos depois, passou a receber oportunidades na equipe principal. Neste ano, já são nove partidas, com dois gols marcados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.