Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians

Coelho cumpre objetivo no Corinthians e confirma que voltará para o sub-20 no próximo ano

Interino garantiu o time matematicamente na Libertadores e agora tentará levar a base para mais uma conquista da Copinha

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2019 | 04h30

Dyego Coelho cumpriu seu objetivo na temporada ao garantir o Corinthians na Libertadores do próximo ano. Ainda falta uma rodada para o término do Campeonato Brasileiro, mas o técnico interino já concedeu entrevista com a cabeça em 2020, quando retornará para a base do clube e dará apoio a Tiago Nunes, que assume a equipe em janeiro. Ele veio do Athletico-PR.

"Vou seguir meu trabalho no sub-20. É uma reformulação agora. Uns jogadores subiram para o profissional, outros para o sub-23. Temos um campeonato que o clube gosta. É tudo Corinthians, não tem para onde fugir. Vamos tentar fazer mais um bom trabalho na base. Sabemos que Tiago gosta da base. Vamos fazer um trabalho para que o clube sai ganhando", comentou Coelho.

A despedida de Coelho como interino será contra o Fluminense, domingo, às 16h, na arena em Itaquera. Ele deixa o comando com a sensação de dever cumprido e também satisfeito por ter recuperado alguns jogadores que andavam em baixa com Fábio Carille, especialmente os atacantes Gustagol e Boselli. "Sou funcionário do clube, sabemos a pressão que é aqui. Quando o torcedor entende e joga junto, as coisas ficam mais difíceis para os adversários. Corinthians é um clube que sempre me deu tudo. De uma maneira ou de outra, preciso retribuir o que ele me deu sempre. Eu me entreguei realmente, jogadores e comissão técnica trabalharam bem. A torcida entendeu. O Corinthians está na Libertadores. Dever cumprido", disse. "Só que eles vão sair de férias e eu vou voltar para a Copinha. Tiago vai encontrar um time com a cabeça melhor, equilíbrio melhor e espero que ele faça um grande trabalho. Estarei torcendo muito", analisou.

Coelho completou sete jogos pela equipe principal, com três vitórias, dois empates e duas derrotas. O Corinthians está na sétima colocação, com 56 pontos. "Agradeci muito pela recepção que tive. Cheguei e estive com eles sempre. Quero agradecer todo mundo, mas queria agradecer muito aos jogadores. Sensação maravilhosa. Temos de agradecer. Os jogadores conseguiram isso. Fizeram tudo diferente. Graças a eles, conseguimos a vaga."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.