Coelho se diz mais confiante no retorno ao Corinthians

Lateral quer jogar no time e garante que 'não ganha muito', ao contrário da opinião do presidente Sanchez

Vítor Marques, Jornal da Tarde

14 de janeiro de 2008 | 12h29

Após uma negociação frustrada para a Escócia, o lateral-direito Coelho está de volta ao Corinthians e, mais experiente, garante que não será nenhum problema para o time e, principalmente, para a folha salarial do clube. Ele havia sido negociado com o Celtic por ganhar muito, de acordo com o presidente Andrés Sanchez, e tratou de evitar polêmica sobre o assunto.Sanchez opinou em almoço com jornalistas no fim do ano que o lateral deveria ser negociado porque seu salário mensal seria alto em relação ao padrão do time que está sendo montado. "Eu não sabia dessa história e também não ganho tanto (cerca de R$ 70 mil, não confirmados pelo jogador)", se limitou a dizer. "Volto mais confiante, mais tranqüilo, sei que tem muita cobrança, mas estou mais maduro". "Agora a realidade é diferente e acho o grupo mais unidos, sinto mais confiança. Quem colocou o Corinthians nesta situação já está longe daqui, fará de tudo para reerguer o time", completa.Coelho aproveitou a entrevista para contar o que aconteceu em Glasgow. Ele criticou os dirigentes do time por não cumprirem o combinado quando saiu do Brasil: seria comprado por 2 milhões de euros, pagos à vista ao Corinthians, com salário de 500 mil euros anuais - valores divulgados pelo clube. Depois, quiseram parcelar e depois ainda tentaram mantê-lo por empréstimo. Obviamente, pelas mudanças de argumentos, as duas partes resolveram desistir do negócio.O lateral-direito chegou a treinar na Escócia, cerca de uma semana. Voltou na sexta ao Brasil e se reapresentou ao time no domingo, quando deu apenas algumas corridas no campo. Ele disse estar pronto para jogar, se for preciso. "O Mano [Menezes, técnico] sempre disse que vai jogar quem estiver melhor. Ele sempre falou bem de mim e me passou confiança."Por enquanto, Coelho não tem data para estrear no Corinthians. Na estréia no Campeonato Paulista, na quinta-feira, contra o Guarani no Morumbi, às 21h45, dificilmente o jogador estará em campo. Com sua volta, o time tem quatro atletas para a posição (ele, Ratinho, Amaral e Alessandro, que jogará no meio-campo).Quanto ao time, o grupo segue em Itu e nesta segunda pela manhã fez apenas exercícios leves. À tarde Mano Menezes comanda um coletivo.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCoelhoPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.