Divulgação
Divulgação

COL diz que Mineirão precisa de 'pequenas adaptações' para a Copa

Até junho estádio precisará aperfeiçoar aspectos como o centro de imprensa

Agência Estado

21 de janeiro de 2014 | 15h25

BELO HORIZONTE - Palco de seis jogos da Copa do Mundo, entre eles uma das semifinais, o Mineirão recebeu nesta terça-feira a última inspeção operacional da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) antes do Mundial. Já utilizado na Copa das Confederações, ano passado, e durante a maior parte do Campeonato Brasileiro, o estádio mineiro precisa apenas de "algumas adaptações" até junho, segundo os inspetores.

"A gente vem acompanhando o estádio desde a sua inauguração e o grande número de jogos aqui nos dá uma tranquilidade e uma confiança muito grande em saber que o estádio funciona. Não há grandes ajustes a serem feitos, apenas as adaptações e evoluções que a Copa do Mundo exige", comentou o gerente-geral de integração operacional do COL, Tiago Paes.

Estiveram na comitiva cerca de 50 integrantes da Fifa e do COL, acompanhados de representantes da Secopa-MG. "Estamos dando continuidade a um trabalho em parceria com o COL e a FIFA. Essa é uma inspeção operacional que visa dar os ajustes finais do estádio para Copa do Mundo. O Mundial é um evento de proporção muito maior que a Copa das Confederações", lembrou o secretário Tiago Lacerda.

O grupo que esteve no Mineirão inspecionou oito áreas do estádio: competições, protocolo, bilheteria e sinalização, marketing, mídia e TV, tecnologia, serviços ao espectador (alimentação, limpeza e voluntários) e vila de hospitalidade.

"No ano passado, tivemos um Centro de Mídia que comportava 400 jornalistas, no Mundial teremos 600 estações. Em relação à tribuna de imprensa, vamos quase que quadruplicar o número de posições para os jornalistas durante a Copa. É um trabalho importante de refinamento em estrita cooperação entre o COL, a Fifa e o governo de Minas", ressaltou Tiago Lacerda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.