Coloccini, zagueiro do Deportivo, nega acerto com Barcelona

Argentino diz que seu futuro será decido após fim do Espanhol; falar em Liga dos Campeões é 'loucura'

EFE

30 de abril de 2008 | 12h43

O argentino Fabricio Coloccini, zagueiro do Deportivo La Coruña, negou que tenha chegado a um acordo com o Barcelona e afirmou que só decidirá seu futuro no final da temporada. Coloccini disse que qualquer decisão sobre seu futuro só será tomada após o fim do Campeonato Espanhol. "Só tomarei uma decisão no final de temporada, como sempre disse. Não decidi antes porque o time ia mal e agora, estamos na briga por uma vaga em uma competição européia. Prefiro me concentrar nos jogos do Deportivo e tratar de levar o clube o mais longe possível", disse. O Deportivo vem de cinco vitórias consecutivas e ocupa a sétima posição no Espanhol, com 49 pontos - seis a menos que o Atlético de Madri, primeiro time na zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões. Para o zagueiro, falar em uma vaga na principal competição européia seria uma "loucura". "É preciso ter tranqüilidade, devemos lembrar do quanto sofremos no início da temporada, da lua para garantir a permanência na primeira divisão. Falar de Liga dos Campeões me parece uma loucura", afirmou Coloccini.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.