Sergio Moraes| Reuters
Sergio Moraes| Reuters

Colômbia recebe líder Equador para embolar briga por vaga na Copa

Equipe precisa vencer para se garantir na disputa

O Estado de S. Paulo

29 de março de 2016 | 08h40

Depois de vencer a Bolívia fora de casa por 3 a 2, a Colômbia recebe o Equador, líder das Eliminatórias, às 17h30 desta terça-feira, em Barranquilla, e precisa de um novo triunfo para entrar de vez na briga por uma das vagas para a Copa do Mundo da Rússia.

"Vai ser uma partida difícil, os jogadores equatorianos tem grande qualidade e teremos que fazer uma partida muito boa", afirmou o meia colombiano James Rodríguez, um dos principais nomes da seleção de José Pekerman, apenas a sétima colocada das Eliminatórias - os quatro primeiros se garantem no Mundial da Rússia e o quinto disputará uma repescagem.

No Equador, que lidera o torneio classificatório com 13 pontos somados em 15 possíveis, o técnico Gustavo Quinteros terá vários desfalques - os mais importantes são os atacantes Bolaños e Caicedo.

Em Montevidéu, o vice-líder Uruguai recebe o oitavo colocado Peru a partir das 20 horas. Em relação ao time que empatou por 2 a 2 com o Brasil na Arena Pernambuco serão duas mudanças: Álvaro González por Cristian Rodríguez e Maximiliano Pereira por Jorge Fucile. No Peru serão quatro desfalques - Farfán, Juan Vargas, Zambrano e Ballón.

Fora da zona de classificação - é a quinta colocada -, mas embalada por uma vitória de peso sobre o Chile, fora de casa, na reedição da última final da Copa América, a Argentina encara a Bolívia em Buenos Aires com Higuaín no lugar de Agüero.

Outras três mudanças serão feitas na equipe para o duelo com a frágil nona colocada. O volante Mascherano volta ao time da Argentina no lugar de Kranevitter. Já na zaga Demichelis e Pinola entram na equipe e jogarão nos lugares de Otamendi e Funes Mori, suspensos.

No outro jogo desta terça-feira, pela sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, o sexto colocado Chile tentará se recuperar diante da lanterna Venezuela, fora de casa, a partir das 20h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.