Colômbia vence e vai às semifinais

A Colômbia continua cumprindo à risca seu papel de anfitriã e candidata ao título da Copa América de 2001. O time da casa derrotou o Peru por 3 a 0, nesta segunda-feira à noite, e passou para a semifinal do torneio sul-americano de seleções. Até agora, é a única equipe que venceu os quatro jogos que disputou.Os 30 mil torcedores que foram ao estádio Centenário tiveram de esperar 50 minutos para festejar o primeiro gol colombiano. Na fase inicial, mesmo com o domínio, a equipe do técnico Francisco Maturana não conseguiu superar a boa marcação de defesa peruana. Por isso, passou a maior parte do tempo com insistentes e inúteis trocas de passes, mas quase sem dar trabalho ao goleiro Ibañez.A situação mudou apenas na fase final. Logo aos 5 minutos, Aristizábal aproveitou jogada de Hernandéz e chutou forte, sem chance de defesa para Ibañez. Com a vantagem, a Colômbia animou-se, foi à frente, pressionou e tirou proveito da fragilidade peruana. Dessa forma, chegou com naturalidade ao segundo gol, aos 20 minutos, com Hernandéz pegando firme em rebote do goleiro.A diferença de categoria entre os dois times tornou-se mais evidente aos 23 minutos, quando Aristizábal fez o terceiro, de cabeça, em cruzamento de Grisales. Com os dois gols de ontem, o ex-jogador do São Paulo foi a cinco e alcançou Wanchope, de Costa Rica, na liderança na artilharia da competição. Aristizábal pode isolar-se na frente, já que a Colômbia fará mais duas partidas - a semifinal e, na pior das hipóteses, a disputa do terceiro lugar."No primeiro tempo, tudo foi mais difícil", reconheceu Hernandéz, um dos destaques da partida. "Mas mantivemos a calma e isso foi fundamental", constatou. "Depois do gol, o Peru abriu a guarda e então pudemos mostrar nosso futebol." O zagueiro Yepes foi mais incisivo em sua análise e não poupou o rival. "O Peru veio apenas para se defender", afirmou o colombiano. "E agüentou só até levar o primeiro gol."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.