Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Colombianos falam em vencer o Brasil

O técnico colombiano Reinaldo Rueda parece ter conseguido levantar o ânimo de seus jogadores, que tinham ficado muito abatidos com o empate em casa com o Paraguai (1 a 1), no sábado à noite. De um dia para o outro, o grupo passou da desilusão à confiança. E eles já falam abertamente em derrotar o Brasil, quarta-feira, em Maceió, pelas Eliminatórias."Vamos com a idéia de aprontar uma surpresa para o Brasil", disse o volante Viveros, que já defendeu Cruzeiro e Fluminense. O goleiro Calero estufou o peito na hora de falar sobre como o elenco está encarando a partida de quarta-feira. "É o tipo de jogo que mostra o que um jogador pode fazer. Não podemos deixar passar a oportunidade de jogar bem e derrotar o Brasil."Os jogadores da seleção também estavam com o discurso afinado na hora de defender o treinador, que foi muito criticado pela imprensa colombiana por ter tirado o volante Grisales quando a equipe vencia por 1 a 0 - para os jornais, Rueda foi o responsável pelo resultado ruim com o Paraguai."A culpa pelo empate é dos jogadores. Tivemos muitas chances de gol, antes e depois de o Paraguai marcar, e não soubemos aproveitar", afirmou o zagueiro Yepes. O capitão Ivan Córdoba concorda: "Poderíamos ter goleado, mas infelizmente erramos muita nas conclusões."Carlos Valderrama e Faustino Asprilla, dois expoentes da história recente do futebol colombiano, acham que a equipe só terá chance de vencer na quarta-feira se jogar no ataque. "O Brasil tem problemas quando é atacado. A Colômbia deve jogar ofensivamente desde o primeiro minuto. É uma estratégia arriscada, mas não vejo outra alterntiva", disse Asprilla, outro que já jogou no País.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2004 | 17h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.