Helvio Romero/Estadão
Helvio Romero/Estadão

Colunista convidado: 'Deveria ser barbada a classificação dos grandes no Paulista', diz Leão

Ex-goleiro vê méritos no Santo André, que tem a melhor campanha: 'O mais difícil é ser simples no futebol'

Emerson Leão, ex-goleiro e ex-técnico, O Estado de S.Paulo

02 de março de 2020 | 12h10

Todo mundo está falando sobre o Corinthians fora da zona de classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista, mas uma vitória ou uma derrota muda tudo. Deveria ser barbada todos os grandes avançarem, pela estrutura financeira, pela qualidade técnica e pela parte física. Mas isso que é bom no futebol, as incertezas. Porque às vezes não acontece dentro de campo, e é preciso correr atrás.

Ainda faltam 12 pontos para serem disputados no Campeonato Paulista, e o Corinthians pode ganhar todos eles. A equipe está em processo de mudança muito grande do que vinha acontecendo nos últimos anos. O Tiago Nunes chegou para adotar outro tipo de jogo e é preciso ter jogadores de qualidade.

No futebol, alguns times menores, por pouco tempo, tornam-se maiores. O Santo André, por exemplo, joga como Santo André. É um time que não se ilude, sabe das suas limitações. Quando você sabe disso, acaba crescendo. Se você é nota 7 e joga como nota 7, vai ser bom. Se você é nota 7 e inventa na cabeça que é nota 10, vai cair para nota 4. O mais difícil é ser simples no futebol.

Não vejo nenhum time superior de uma maneira muito grande. Quando o São Paulo vai bem em uma semana, a crítica é positiva para o São Paulo. Quando vai mal em um jogo, já vem crítica negativa. Na vitória sobre a Ponte Preta, o jogo poderia ter tido um número maior de gols. O São Paulo criou mais oportunidades, mas não fez por erros individuais. A Ponte foi guerreira depois que teve um jogador expulso e conseguiu diminuir.

O Pato, que abriu o placar, é um dos melhores atacantes do Brasil. Eu sempre digo que no meu time ele joga. Ele no banco ou jogando sempre foi artilheiro. Acho que tecnicamente é um dos melhores, e é importante o treinador ter o conhecimento para dar motivações para o jogador desenvolver a técnica que tem. 

EMERSON LEÃO É EX-GOLEIRO E EX-TÉCNICO

Estado publica às segundas-feiras colunas escritas por técnicos, ex-jogadores e comentaristas convidados a fazer análises. Leia os textos de Muricy RamalhoGlenda KozlowskiMarcela Rafael, Pepe, e Basílio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.