Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação
Divulgação

Com 1 a 1, Flamengo e Figueirense continuam na zona de degola do Brasileirão

Equipes fazem ruim no Morumbi e continuam nas últimas posições da tabela

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2014 | 21h53

RIO - O Flamengo bem que insistiu no segundo tempo, mas ficou no empate por 1 a 1 com o Figueirense, nesta quinta-feira, e terminou a nona rodada na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A partida contra os catarinenses, que também estão na zona da degola, foi realizada no estádio do Morumbi, em São Paulo, já que o Maracanã está cedido para a Fifa.

Pelo lado rubro-negro, o técnico Ney Franco não pôde contar com o meia Everton, com lesão na coxa direita, e mais uma vez barrou o goleiro Felipe por ter faltado ao treino da última sexta. Em compensação, contou com os retornos de Elano e André Santos. Alecsandro compôs o ataque com o Paulinho.

Lento e desorganizado, o Flamengo abusou dos erros de passe no primeiro tempo. As chances de gol foram escassas e, a rigor, o time carioca teve apenas duas oportunidades de marcar na etapa inicial. E foi na primeira delas que abriu o marcador. Aos 20 minutos, Samir fez lançamento da esquerda para o interior da grande área, Alecsandro apareceu por trás de Thiago Heleno e, de cabeça, desviou do goleiro Tiago Volpi.

A vantagem, porém, durou pouco. Dois minutos mais tarde, Ricardo Bueno chutou da entrada da área, Paulo Victor bateu roupa e Everaldo aproveitou o rebote para empatar.

Na etapa final, o jogo ganhou em movimentação. Negueba e Igor Sartori entraram nas vagas de Luiz Antônio e Elano, respectivamente, e o Flamengo passou a atacar com mais velocidade pelos lados - Leo Moura frequentemente era visto na linha de fundo pela direita, enquanto que Negueba fazia o apoio pela esquerda, onde André Santos era figura apagada.

Apesar da maior presença ofensiva, o Flamengo teve poucas chances reais de vencer o jogo. A melhor chance veio aos 41 minutos, quando Alecsandro deu uma bonita bicicleta do meio da área e o goleiro Tiago Volpi espalmou para escanteio. Mas o placar final seria mesmo o 1 a 1, resultado que manteve cariocas e catarinenses na zona da degola.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 1 FIGUEIRENSE

FLAMENGO - Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Márcio Araújo, Luiz Antônio (Negueba) e Elano (Igor Sartori) (Lucas Mugni); Paulinho e Alecsandro. Técnico: Ney Franco.

FIGUEIRENSE - Tiago Volpi; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Guilherme Lazaroni (Artur); Paulo Roberto (Nem), Luan, Marco Antonio e Giovanni Augusto; Everaldo e Ricardo Bueno. Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Alecsandro, aos 20, e Everaldo, aos 22 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Luan (Figueirense).

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto (SP).

RENDA - R$ 157.555,00.

PÚBLICO - 4.579 pagantes.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.