Ayrton Vignola/AE - 11/4/2011
Ayrton Vignola/AE - 11/4/2011

Com 102 quilos, Adriano tem de pesar 99 para fazer sua estreia no Corinthians

Joaquim Grava diz que atacante precisa perder três quilos e ficar perto do que pesava no Flamengo

Vítor Marques, estadão.com.br

17 de agosto de 2011 | 17h23

SÃO PAULO - O Adriano que o Corinthians tem como modelo é o que atuou no Flamengo em 2009, quando pesava 95 quilos e levou o clube carioca ao título brasileiro. Mas, para a estreia com a camisa corintiana, 99 quilos estará de bom tamanho, garante o médico Joaquim Grava. "O Adriano é um jogador alto, de muito porte físico. Dá para jogar com esse peso (99)."

Se o peso de Ronaldo era assunto proibido no Corinthians, o de Adriano ninguém esconde - nem o próprio jogador. Em entrevista ao jornal O Globo, o atacante disse que já perdeu seis quilos desde a cirurgia no tendão de Aquiles da perna esquerda, em abril, e que agora está com 102. "Tenho de chegar aos 99", revelou.

Joaquim Grava confirmou os números nesta quarta-feira e disse que não vê problemas neles. "Não foge muito do peso que ele tinha quando jogou no Flamengo", afirmou o médico do Corinthians, que também comentou que o jogador está empenhado em perder os quilinhos extras para poder voltar aos gramados. Ele se esforça nos treinos e tem sido bastante orientado na alimentação. "Está indo tudo muito bem, mas se não perder esses quilos, ele não estreia." Na conta de Grava, faltam três quilos para que o atacante seja liberado.

Adriano ainda está sob cuidado dos médicos. Ele trabalha lado a lado com o fisioterapeuta Bruno Mazziotti, o mesmo que cuidava de Ronaldo. "Mas, mesmo no departamento médico, ele faz esteira e outros exercícios aeróbicos. Quando treinar no campo, será para melhorar a agilidade e a movimentação. Acho que em 15 dias ele perde os três quilos", disse Grava.  

Ansiedade. Na mesma entrevista, Adriano reiterou a vontade de estrear pelo Corinthians no jogo contra o Flamengo, dia 7 setembro, no Pacaembu, como tinha antecipado o jornal O Estado de S. Paulo semana passada. Ele até já projetou um duelo com Ronaldinho Gaúcho, o grande astro flamenguista e seu amigo.

"Voltar contra o Flamengo seria emocionante. O clube sempre fez parte da minha vida", disse Adriano, que contou o desejo ao volante Willians, que é titular do time carioca. "Foi ele que me ligou. Eu estava em casa e ele queria saber se eu voltaria contra o Flamengo. E eu disse que achava que sim."

Joaquim Grava, como fazem outros profissionais do Corinthians, não garantiu Adriano nesta partida do dia 7. Mas disse que está otimista. "Pela evolução que ele está tendo, é provável (que jogue contra o Flamengo). Adriano está dentro do prazo de cinco meses de recuperação."

O Imperador entrará no time aos poucos, jogando alguns minutos na estreia e ganhando ritmo. Isso evitaria - ou pelo menos diminuiria - os riscos de lesões musculares. A cirurgia no tendão aconteceu dia 20 de abril, e o prazo estipulado pelo clube foi de quatro a cinco meses de recuperação. Mas, como ele vinha de um longo período de inatividade (machucou o ombro ainda quando defendia a Roma), completará um ano longe dos gramados.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.