Com 11 desfalques, Atlético-MG tem pela frente o Grêmio

O Atlético Mineiro recebe o Grêmio, nesta quinta-feira, às 21 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte, com o objetivo de se superar em campo. O time terá 11 desfalques no duelo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2016 | 07h15

No empate diante do Atlético Paranaense, em Curitiba, no último domingo, a equipe perdeu dois meias por contusão. O argentino Dátolo sofreu uma lesão na região posterior da coxa esquerda e o meia Carlos Eduardo está com um edema na coxa esquerda.

O técnico Marcelo Oliveira também não contará com o volante Leandro Donizete, suspenso, o lateral-esquerdo Douglas Santos, convocado para a seleção brasileira, além do meia Cazáres e do zagueiro Erazo, que estão na seleção equatoriana. Ainda seguem no departamento médico o zagueiro Leonardo Silva, o lateral-esquerdo Mansur, o meia Luan e os atacantes Lucas Pratto e Robinho.

"Temos esse compromisso importante e difícil. Já até exaltei a importância da presença da torcida. O Atlético, nesse momento, está um pouco desfalcado e vai ser fundamental a presença e, mais uma vez, o incentivo e o apoio da torcida. Tenho certeza que podemos fazer um grande jogo", comentou Marcelo Oliveira, que reencontrará com os torcedores do Atlético.

Com quatro passagens como técnico e uma como jogador, Marcelo Oliveira está de volta ao clube após oito anos. "Estou extremamente estimulado e feliz. É como se fosse o primeiro trabalho para mim e vou me dedicar muito. Espero comemorar um grande título pelo Atlético esse ano", concluiu o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.