Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC

Com 14 jogadoras livres da covid-19, Santos treina e joga quinta após W.O.

Time feminino não conseguiu reunir atletas o suficiente para a partida com o São José pelo Paulista da categoria

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

17 de novembro de 2020 | 18h18

O Santos comunicou nesta terça-feira que 14 jogadoras retornaram aos treinamentos do time feminino após se recuperarem do coronavírus. Além das atletas, três profissionais da comissão técnica foram liberados para retomarem a rotina de atividades no CT Meninos da Vila.

Essas jogadoras e membros da comissão técnica haviam cumprido dez dias de isolamento social. Na última segunda, então, foram testadas para a covid-19, com os exames dando negativo. Com isso, além de treinar, poderão voltar a entrar em campo. O Santos tem compromisso importante nesta quinta-feira, quando recebe o Corinthians, na Vila Belmiro, a partir das 19 horas, para o duelo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

O retorno das "Sereias da Vila" aos gramados se dará uma semana após o time levar um W.O. Na última quarta-feira, a equipe receberia o São José, em confronto pela rodada da final da primeira fase do Estadual, mas não tinha jogadores aptas em número suficiente para entrar em campo.

O Santos chegou a solicitar o adiamento da partida, mas o pedido foi recusado pela Federação Paulista de Futebol sob a alegação de falta de datas no calendário. Assim, aplicou o W.O., com placar favorável de 3 a 0 para o São José.

Ambos os times já estavam classificados às quartas de final, mas a partida valia a vice-liderança da chave, que ficou com o clube do interior - já o Santos caiu para a quarta posição, ficando na rota do Corinthians, líder do outro grupo.

Naquele momento, o Santos não contava com 17 jogadoras e cinco membros da sua comissão técnica por causa do coronavírus. Além disso, tinha cinco atletas contundidas, além de um goleira afastada por estar em fase final de gravidez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.