Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Stephane Mahe/Reuters
Stephane Mahe/Reuters

Com 2 de Di María, PSG vence, cola no Monaco e Lucas bate recorde de jogos de Raí

Meia-atacante brasileiro entra aos 24 do segundo tempo e completa 216 jogos com a camisa da equipe francesa

Estadão Conteudo

14 de abril de 2017 | 18h10

Com dois gols de Di María, o Paris Saint-Germain derrotou o Angers por 2 a 0 nesta sexta-feira, fora de casa, na abertura da 33ª rodada do Campeonato Francês. O resultado colocou o time de Paris com os mesmos 74 pontos do líder Monaco. Os anfitriões estão em 12º lugar, com 39.

O Monaco, que tem saldo de gols melhor (62 a 45), pode voltar a abrir três pontos de vantagem sobre o rival neste sábado, quando receberá o Dijon, que ocupa a penúltima colocação na tabela, com apenas 29 pontos.

O PSG contou com a presença dos brasileiros Marquinhos e Maxwell entre os titulares. O atacante Lucas entrou somente aos 24 minutos do segundo tempo, mas a partida teve um gosto especial para o atleta. Ele completou 216 jogos com a camisa do clube, superando o recorde de Raí, que até então era o brasileiro que mais havia atuado pela tradicional equipe da capital francesa.

Mas quem fez uma grande apresentação neste sábado pelo time foi o argentino Di María. Ele abriu o marcador aos 27 minutos do primeiro tempo com uma precisa e bela cobrança de falta. Já o segundo gol saiu aos 38 da etapa final. Lucas tabelou com Cavani e tocou para o argentino, que bateu rasteiro para ampliar.

O Paris Sain-Germain volta a campo na próxima terça-feira, quando visitará o Metz, em duelo remarcado da 31ª rodada do Francês. A partida pode colocar o PSG na liderança da tabela, já que o Monaco, apesar de também ter um jogo a menos, não teve ainda um outro confronto válido pela mesma rodada reagendado. Os dois times não atuaram pela 31ª rodada porque no mesmo final de semana travaram a decisão da Copa da Liga Francesa, na qual o PSG ficou com o título ao golear o rival por 4 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.