Fabio Murru/EFE
Fabio Murru/EFE

Com 2 de Higuaín, Juventus vence a 5ª seguida e mantém larga vantagem na ponta

Atacante argentino se iguala a Dzeko, da Roma, na artilharia do Italiano com 18 gols

Estadão Conteudo

12 Fevereiro 2017 | 20h22

Com dois gols do argentino Higuaín, a Juventus derrotou o Cagliari por 2 a 0 neste domingo, em casa, e chegou à quinta vitória consecutiva no Italiano e à sexta seguida dentre todas as competições que disputa. O resultado levou o time alvinegro aos 60 pontos e o fez manter a larga na liderança isolada do Campeonato Italiano, com sete de vantagem sobre a Roma, a segunda colocada. Os anfitriões estão em 15º lugar, com 27.

Ao garantir mais um triunfo da equipe alvinegra, Higuaín se igualou a Edin Dzeko, da Roma, na artilharia da competição. Ambos agora somam 18 gols. Andrea Belotti, do Torino, aparece em segundo lugar com 17, seguido por Dries Mertens, do Napoli, com 16.

Em campo, as duas equipes fizeram um primeiro tempo com poucas chances de gol. Em uma das raras oportunidades, Marchisio deu ótimo lançamento para Higuaín, que avançou pela direita, invadiu a área e bateu cruzado para marcar.

No segundo tempo, a Juventus matou o jogo em um rápido contra-ataque logo aos dois minutos. Cuadrado arrancou pelo lado direito e tocou para Dybala. O argentino viu o compatriota Higuaín livre e tocou. O centroavante novamente bateu cruzado e ampliou.

Sem ser incomodada, a Juventus viu a partida ficar ainda mais tranquila aos 22 minutos. Varela fez falta dura, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um a mais, o time visitante tocou a bola e garantiu a sexta vitória seguida. São cinco triunfos pelo Italiano e um pela Copa da Itália.

A Juventus volta a campo na próxima sexta-feira, quando receberá o Palermo, pela 25ª rodada do Campeonato Italiano. No domingo, o Cagliari visitará a Sampdoria. A Roma receberá o Torino e tentará encurtar a distância da liderança.

Ainda neste domingo, a Sampdoria derrotou o Bologna por 3 a 1, de virada, em casa, e subiu para a décima colocação na tabela da competição com 33 pontos. Os visitantes estão em 14º, e permanecem com 27 pontos.

Dzemaili abriu o marcador para o Bologna logo aos 19 da etapa inicial. A reação só veio a partir dos 37 minutos do segundo tempo. Luis Muriel, de pênalti, deixou tudo igual. A virada veio no minuto seguinte com Patrik Schik e o terceiro aconteceu a dois minutos do final, com Ibrahima Mbaye marcando contra.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Internacional futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.